Miembro desde Mar '03

Idiomas de trabajo:
inglés a portugués
portugués a inglés
francés a portugués
español a portugués

Brigith Guimarães
Thirty years in the translation business

Vila Nova de Gaia, Porto, Portugal
Hora local: 11:14 WET (GMT+0)

Idioma materno: portugués (Variant: European/Portugal) Native in portugués
  • PayPal accepted
  • Send message through ProZ.com Yahoo IM MSN IM
Feedback from
clients and colleagues

on Willingness to Work Again info
29 positive reviews
1 rating (5.00 avg. rating)
What Brigith Guimarães is working on
info
Mar 24, 2020 (posted via ProZ.com):  Just completed a 300,000 job for LNG in Mozambique, about 4 months work. ...more »
Total word count: 0

  Display standardized information
Tipo de cuenta Traductor o intérprete autónomo, Identity Verified Miembro con identidad verificada
Data security Created by Evelio Clavel-Rosales This person has a SecurePRO™ card. View now.
Afiliaciones This person is not affiliated with any business or Blue Board record at ProZ.com.
Servicios Translation, Editing/proofreading, MT post-editing, Transcription
Especialización
Se especializa en
HistoriaNegocios / Comercio (general)
Certificados, diplomas, títulos, CVCocina / Gastronomía
Ingeniería: industrialMetalurgia / Fundición
Viajes y turismoContabilidad
Química, Ciencias/Ing. quím.Medicina: Farmacia

Moneda preferida EUR
Actividad en KudoZ (PRO) Puntos de nivel PRO 227, Preguntas respondidas: 255, Preguntas formuladas: 170
Comentarios en el Blue Board de este usuario  39 comentarios

Payment methods accepted PayPal | Send a payment via ProZ*Pay
Muestrario Muestras de traducción: 26
 francés to Portuguese (EU): ENTRY_1669
Texto de origen - francés
Pour ma mère que je n’avais pas vue depuis ma naissance, le séjour de La Rochelle fut aussi l’occasion de la découvrir en entier. Je ne laissai pas, d’abord, d’être surprise qu’elle ne m’eût embrassée que deux fois, et seulement au front, après cette séparation assez longue ; encore ne devinais-je pas que ces deux baisers seraient les seules que je recevrais d’elle en ma vie. Je la trouvais aigre dans ses propos et impatientée des rires inconsidérés qui me prenaient devant les fantaisies de mes frères. « Décidément cette enfant n’est pas belle, dit-elle un jour devant moi à mon frère Constant, elle n’a que des yeux ; ils lui mangent la figure ; c’est une démesure fort ridicule».

Ce ne fut, cependant, que quelques jours après mon arrivée que ma réserve à son endroit devint une franche aversion : ce changement vint de la manière dont elle crut me devoir mener à l’église. Je n’avais jamais entendu la messe mais je sentais plus de curiosité que d’hostilité et, bien que je fusse allée parfois au prêche avec les Villette, je ne me croyais pas huguenote. Ma mère me mena à l’église comme elle m’eût menée au cachot : avec des menaces et une poigne serrée sur ma main. Je n’étais pas naturellement docile et ma nature comportait un fond de rébellion que l’usage de la force réveillait. Ma mère parvint, par sa méthode, à ce beau résultat que, sitôt que je fus dans l’église, je tournai le dos à l’autel. Elle me donna un soufflet ; je le portai avec un grand courage, me sentant glorieuse de souffrir pour ma religion. A l’égard de la messe, cette résistance ne dura pas car elle était sans fondement, mais je ne revins jamais de l’aversion pour ma mère que fit naître cette aventure.
Traducción - Portuguese (EU)
Quanto à minha mãe, a quem eu não via desde o meu nascimento, a estada em La Rochelle foi também a oportunidade de a descobrir completamente. Não pude deixar, antes de mais, de me surpreender quando a minha mãe me beijou duas vezes apenas, e somente na testa, depois de uma tão longa separação; não podia eu ainda adivinhar que estes dois beijos iriam ser os únicos que receberia dela em toda a minha vida. Achava os seus modos ásperos e via como ficava enfadada com os ataques de riso que me davam sem contar por causa das tropelias dos meus irmãos. "Decididamente esta criança não é bonita, disse ela um dia diante de mim ao meu irmão Constant, só tem olhos; tapam-lhe a cara, que desproporção tão ridícula."

Contudo, foi só alguns dias depois de eu ter chegado que a minha reserva relativamente a este lugar se começou a tornar uma verdadeira aversão. Esta mudança adveio da maneira como ela achava que me devia levar para a igreja. Nunca tinha ouvido missa, mas o que eu sentia era mais curiosidade do que hostilidade e, mesmo que eu tivesse ido por vezes ao templo com os Villette, achava-me mais huguenota. A minha mãe levava-me para a igreja como me poderia ter levado para o cadafalso: com ameaças e a minha mão bem presa pelo punho cerrado dela. Eu não era propriamente dócil e a minha natureza comportava um fundo de rebelião que o uso da força despertava ainda mais. A única coisa que a minha mãe conseguia, com este método seu, era o lindo resultado de eu, assim que chegava à igreja, virar as costas ao altar. Dava-me um estalo, que eu aguentava com grande coragem, sentindo-me gloriosa por estar a sofrer por causa da minha fé. Quando à missa, esta resistência não durava muito porque não tinha razão de ser, porém nunca me recompus da aversão que esta aventura fez nascer dentro de mim no que dizia respeito à minha mãe.

 español to Portuguese (EU): 6th ProZ.com Translation Contest - Entry #3637
Texto de origen - español
¿Dónde estás, Lamia, en qué playa, en qué cama, en qué lobby de hotel te alcanzará esta carta que entregaré a un empleado indiferente para que le ponga los sellos y me indique el precio del franqueo sin mirarme, sin más que repetir los gestos de la rutina? Todo es impreciso, posible e improbable: que la leas, que no te llegue, que te llegue y no la leas, entregada a juegos más ceñidos; o que la leas entre dos tragos de vino, entre dos respuestas a esas preguntas que siempre te harán las que viven la indecible fortuna de compartirte en una mesa o una reunión de amigos; sí, un azar de instantes o de humores, el sobre que asoma en tu bolso y que decides abrir porque te aburres, o que hundes entre un peine y una lima de uñas, entre monedas sueltas y pedazos de papel con direcciones o mensajes. Y si la lees, porque no puedo tolerar que no la leas aunque sólo sea para interrumpirla con un gesto de hastío, si la lees hasta aquí, hasta esta palabra aquí que se aferra a tus ojos, que busca guardar tu mirada en lo que sigue, si la lees, Lamia, qué puede importarte lo que quiero decirte, no ya que te amo porque eso lo sabes desde siempre y te da igual y no es noticia, realmente no es noticia para ti allá donde estés amando a otra o solamente mirando el río de mujeres que el viento de la calle acerca a tu mesa y se lleva en lentas bordadas, cediéndote por un instante sus singladuras y sus máscaras de proa, las regatas multicolores que alguna ganará sin saberlo cuando te levantes y la sigas, la vuelvas única en la muchedumbre del atardecer, la abordes en el instante preciso, en el portal exacto donde tu sonrisa, tu pregunta, tu manera de ofrecer la llave de la noche sean exactamente halcón, festín, hartazgo.

Traducción - Portuguese (EU)
Onde estás, Lamia, em que praia, em que cama, em que lobby de hotel te chegará esta carta, que eu entregarei a um empregado indiferente para que lhe ponha os selos e me diga o preço da franquia sem tão pouco olhar para mim, repetindo apenas os gestos de rotina? Tudo é impreciso, possível e improvável: que a leias, que não chegue às tuas mãos, que chegue mas não a leias, entregue que estarás a jogos mais apertados; ou que a leias entre dois tragos de vinho, entre duas respostas a essas perguntas que sempre te irão fazer aquelas que vivem a inenarrável fortuna de te partilhar numa mesa ou numa reunião de amigos; se, por um acaso de instantes ou de humores, o envelope que espreita no teu bolso e que decides abrir porque te aborreces, ou que afundas entre um pente e uma lima de unhas, entre moedas soltas e pedaços de papel com moradas ou mensagens. E se a leres, porque não posso tolerar que a não leias nem que seja somente para a interromperes com um gesto de fastio, se a leres até aqui, até esta palavra aqui que se aferra aos teus olhos, que procura guardar o teu olhar no que vem depois, se a leres, Lamia, que te pode importar o que te quero dizer, não já que te amo porque isso sabes tu desde sempre e pouco te importa e nem novidade é, realmente não é novidade para ti, lá onde estiveres, amando outra ou somente observando o rio de mulheres que o vento da rua aproxima da tua mesa e se afasta em lentos bordados, cedendo-te por breves momentos as suas singraduras e as suas máscaras de proa, as regatas multicolores que alguma delas ganhará sem o saber quando tu te levantes e a sigas, a devolvas única na vaga do entardecer, a abordes no instante preciso, no portal exacto onde o teu sorriso, a tua pergunta, a tua maneira de oferecer a chave da noite sejam exactamente falcão, festim, saciedade.
inglés a portugués: Oprah Winfrey Speaks
Texto de origen - inglés


Original is a book written by Janet Lowe called "OPRAH WINFREY SPEAKS"

Unfortunately, it's not possible to copy the cover.

Traducción - portugués
OPRAH WINFREY EM DIRECTO


COMPREENSÃO DO MUNDO PELA SUA VOZ MAIS INFLUENTE

Por JANET LOWE


Autora de “Warren Buffett Fala”

Editora: Campo das Letras, Porto, Portugal

Traduzido por: Brigith Guimarães

.....................................................

UMA MULHER DE INFLUÊNCIA
TODOS ESCUTAM OPRAH WINFREY

Diz-se que os Estados Unidos da América se tornaram no país mais influente da história mundial devido à sua capacidade de comunicar a nossa cultura popular. Quando Atenas, Roma e a Inglaterra Vitoriana estavam no seu zénite, não havia televisões, videocassetes ou Internet para divulgar os seus valores por todos os cantos do mundo. No entanto, não são nem os representantes eleitos nem os nossos génios da tecnologia que estão a fazer o verdadeiro papel de comunicadores. O presidente Bill Clinton pode ter poder político; o fundador da Microsoft, Inc., Bill Gates, pode ter influência económica. Mas é Oprah Winfrey que tem mais tempo de antena quer a escutar quer a falar, tanto com gente normal como com gente de destaque, o que lhe dá maior audiência que qualquer outro líder político de topo mundial ou qualquer industrial poderoso.

O escritor Fran Lebowitz afirma: «Oprah é talvez a maior influência dos media na população adulta. Oprah Winfrey é quase uma religião.»
:::::::::::::::::::::
O público de Oprah transborda além fronteiras: «Qualquer cidadão-Euro pode agora assistir ao show de Oprah Winfrey no seu canal nacional, dobrado ou legendado na sua própria língua. Não existem equivalentes locais, apesar dos limites que a Europa impôs em 1992 à importação de programas americanos.»
:::::::::::::::::::::
Oprah Winfrey convenceu as pessoas a ouvirem-na desde tenra idade. Começou por recitar e representar na igreja e em eventos da comunidade quando tinha apenas 3 anos. Já sabia ler e escrever antes de entrar para o jardim-escola. Depois de um período breve mas enfadonho no jardim-escola, um dia mandou uma nota à professora: “Cara Menina New: acho que não pertenço aqui.”. A Menina New entendeu perfeitamente a mensagem e passou-a de imediato para a primeira classe.

:::::::::::::::::::::
Os passageiros das companhias aéreas elegeram certa vez Oprah Winfrey como a pessoa junto de quem os passageiros mais gostariam de se sentar num voo de longo curso. Se não pudessem sentar-se mesmo ao seu lado, contentar-se-iam com Arnold Schwarzenegger, Ross Perot, Connie Chung, o presidente Clinton, David Letterman, Dan Rather, Hillary Rodham Clinton, Madonna ou Boris Yeltsin.





inglés a portugués: The Last Kabbalist of Lisbon
Texto de origen - inglés
In December of 1496, four years after Ferdinand and Isabella of Spain expelled all the Jews from their kingdom, King Manuel of Portugal was convinced to do the same. In exchange he was to receive from the Spanish monarchs the hand of their daughter in marriage. Just before the expulsion order was to take effect, however, King Manuel decided to convert the Portuguese Jews rather than lose such valuable citizens. In March of 1497, he closed all ports of disembarkation and ordered the Jews rounded up and dragged to the baptism font. Although accounts have reached us of some Jews who committed suicide and murdered their children rather than become Christians, most did indeed agree under coercion to accept Jesus as the Messiah. (...) Even so, many of the New Christians persisted in their beliefs. One such secret Jew was Berekiah Zarco, the narrator of "The Last Kabbalist of Lisbon" .
Traducción - portugués
Em Dezembro de 1496, quatro anos depois de os reis de Espanha Fernando e Isabel terem expulsado os judeus do seu reino, o Rei português D. Manuel viu-se obrigado a fazer o mesmo. Em troca, receberia dos monarcas espanhóis a mão de sua filha em casamento. No entanto, pouco antes da ordem de expulsão ser levada a cabo, o Rei D. Manuel decidiu converter os judeus portugueses em vez de perder cidadãos tão valiosos para o seu reino.
Em Março de 1497, mandou fechar todos os portos e ordenou que se reunissem todos os judeus e os levassem para a pia baptismal. Embora tenham chegado até aos nossos dias relatos de que alguns desses judeus se suicidaram e preferiram matar os próprios filhos do que se tornarem Cristãos, a maioria concordou em, embora sob coacção, aceitar Jesus como sendo o Messias. (...) Mesmo assim, muitos dos Cristãos Novos continuaram a praticar a sua fé. Um desses Judeus "escondidos" foi Berekiah Zarco, o narrador de "O ùltimo Cabalista de Lisboa" .
inglés a portugués: Menu
Detailed field: Cocina / Gastronomía
Texto de origen - inglés
Entradas:
• Pão …………………………………………...
• Manteiga ou Queijo ………………………...
• Pratinho de Presunto ………………………
• Pratinho de camarão (100 g) ……………...
• Sopa de legumes …………………………...
• Bolinhos de bacalhau ou rissóis ……….....
Peixes:
• Bacalhau à moda da casa …………………
• Bacalhau assado na brasa ………………..
• Bacalhau à Zé do Pipo …………………….
• Filetes Dourados ……………………………
• Pescada cozida c/ todos …………………..
• Polvo cozido c/ molho verde ………………
• Polvo à lagareiro ……………………………
• Filetes de Polvo …………………………….
• Arroz de Tamboril …………………………..
• Arroz de marisco ……………………………
Carnes:
• Leitão à Bairrada ……………………………
• Cabrito assado à padeiro ………………….
• Cozido à Portuguesa ……………………….
• Vitela assada ………………………………..
• Lombo de porco assado …………………...
• Lombinhos de Vitela c/ champignon …….
• Assado misto (lombo e vitela) …………….
• Rojões à Portuguesa ……………………….
• Carne de Porco Alentejana ………………..
• Tripas à moda do Porto ……………………
• Picanha ………………………………………
• Bife à moda da casa ……………………….
• Escalopes de vitela …………………………
• Prego no prato ………………………………
Traducción - portugués
Starters:
•Bread
•Butter or Cheese
•Small Plate of Smoked Ham
•Small Plate of Shrimps (100 g)
•Vegetable Soup of the day
•Codfish and Potato Balls or fried stuffed dumplings



Fish:
•Codfish – own house’s recipe
•Charcoal Grilled Codfish with punched potatoes
•Codfish Zé do Pipo Style
•Fried Fish Goldfingers
•Boiled Hake with vegetables
•Boiled Octopus topped with green sauce (made with thinly sliced onions, parsley, garlic and olive oil)
•Grilled Octopus at Lagareiro-style, drizzled with hot olive oil and garlic
•Octopus Fried Fillets topped with octopus rice
•Monkfish Rice
•Seafood Rice prepared with more than one kind of seafood – shrimps, clams, mussels, lobster, etc


Meat:
•Suckling Pig Bairrada Style topped with French Fries and Salad
•Roasted Kid with roast potatoes and vegetables
•Traditional Portuguese Stew with mixed pork, chicken, beef, and more than one kind of smoked country sausages topped with boiled vegetables and white rice.
•Roasted Veal with Roast Potatoes
•Roasted Pork with Roast Potatoes
•Veal Fillets with champignons topped with French fries
•Mixed charcoal roasted meat (pork and beef)
•Pork cubes, pork giblets with potatoes cubes cooked in pork fat – a very typical Portuguese dish from the northern part of the country
•Sautéed pork loin with clams, garlic and cilantro with cubed fried potatoes, typical from Alentejo and cooked in the Cataplana
•Tripes OPorto traditional recipe with pork, chicken, several sorts of smoked country sausages and redbeans…
•‘Picanha’ – a certain part of the beef, usually vertically grilled to loose fat, topped with black beans, white rice, and cassava, one of the most typical Brazilian recipes and very appreciated in Portugal…
•Steak – own house’s recipe
•Veal Fillets topped with French Fries and Rice
Pan-fried marinated thin beef steak served with french fries and egg.

portugués a inglés: Translation of a Poem
Detailed field: Poesía y literatura
Texto de origen - portugués
From a Poem published on the Professor Ana Luísa Amaral's last book «Fifteen years in Poetry», 2006
Traducción - inglés
HISTORICAL TRUTH

My daughter broke a bowl
in the kitchen.
And I, that felt about the affair
to write,
had to put pencil and muse aside,
grab a broom and sweep
the kitchen.

From the bowl was the kitchen cleaned.
Looked different, it did, from the kitchen
of bowl … intact:
approving spot for excavation and thought,
small archeological map
in a future far-off

A white china bowl
flowery design
remainings of cereals delight
in air-tight pack
spread all over the floor.

No grains of Pompey were they,
reputable cereals, though,
in any case.
And the bowl, even if not of Ming reign,
from Caldas instead,
in five or ten thousand years to come
A contemplative rank would hold.

Only the hecatomb
befell.
Slippery through tiny little hands,
beyond fame and crop,
by memory & broom withdrawn

to mean and worthless dust-bin
Blue
in modern plastic
(imperishable).


A token to Prof. Ana Luísa Amaral, my Poetry Professor at Faculdade de Letras, University of Porto

Brigith = Bri, for Friends
5.2.06

inglés a portugués: Deposit Guarantee Law
Detailed field: Finanzas (general)
Texto de origen - inglés
Article 7. The Deposit Guarantee Fund shall be composed of the following:
1) payments of deposit takers in accordance with the amount and procedure specified in this Law;
2) a single payment from the Government budget;
3) a single payment of the Bank of XXX.
Article 8. (1) A bank and a branch of a foreign bank shall, within a one-month period after it has obtained a credit institution operating permit (licence), make a single initial payment in the amount of 50 000 lats to the Deposit Guarantee Fund, but a credit union shall, within a one-month period after it has obtained a credit union operating permit (licence), make a single initial payment in the amount of 100 lats to the Deposit Guarantee Fund.
(2) Payments of a deposit taker to the Deposit Guarantee Fund, which are to be made once a quarter, shall be determined in the amount of 0.05 per cent of the average balance of the guaranteed deposit with the deposit taker in the previous quarter. Payments of a deposit taker shall be made in lats.
(3) Payments to the Deposit Guarantee Fund shall not be made for:
1) deposits of central banks and deposit takers;
2) deposits of financial institutions;
3) deposits of those institutions that are financed from the Government budget or local government budgets;
4) transit funds (liabilities to the Government of the XXXXX arising from special funds granted to a credit institution for the issue of transit loans).
(4) A deposit taker shall effect payments to the Deposit Guarantee Fund until the amount paid suffices to ensure the payment of the compensation guaranteed by law to those depositors of such deposit taker who in accordance with law have the right to such compensation. If guaranteed compensation payments of a deposit taker require a greater amount of funds, it shall resume payments to the Deposit Guarantee Fund.
(5) Payments of a deposit taker to the Deposit Guarantee Fund shall be included in the expenses of the deposit taker.
[11 October 2001]

Article 9. Average balance of guaranteed deposits in the previous quarter shall be calculated as the arithmetic average of the balance of the guaranteed deposits shown in monthly reports on guaranteed deposits for the three months of the respective quarter in compliance with the provisions set out in Article 8, Paragraph there hereof.
[11 October 2001]
Traducción - portugués
Artigo 7. O Fundo de Garantia de Depósitos será composto pelo seguinte:

1) Pagamentos de captadores de depósito de acordo com o montante e procedimento especificado na presente Lei;
2) Um pagamento único do orçamento do Estado;
3) Um pagamento único do Banco XXXX
Artigo 8. (1) Um banco e uma sucursal de um banco estrangeiro efectuará, no prazo de um mês após ter obtido uma autorização de operação (licença) de uma instituição de crédito, um pagamento inicial único no valor de 50.000 lats no Fundo de Garantia de Depósitos, mas uma união de crédito efectuará, no prazo de um mês após ter obtido uma autorização de operação (licença) de uma união de crédito, um pagamento inicial único no valor de 100 lats ao Fundo de Garantia de Depósitos.
(2) Quaisquer pagamentos de um captador de depósitos ao Fundo de Garantia de Depósitos, que deverão ser efectuados uma vez por trimestre, serão determinados no valor de 0,05 por cento do balanço médio do depósito garantido com o captador de depósito no trimestre anterior. Quaisquer pagamentos efectuados pelo captador de depósitos serão efectuados em lats.
(3) Os pagamentos ao Fundo de Garantia de Depósitos não serão efectuados para:
1) Depósitos de bancos centrais e captadores de depósitos;
2) Depósitos de instituições financeiras;
3) Depósitos de instituições financiadas pelo orçamento do Estado ou pelos orçamentos governamentais locais;
4) Fundos em trânsito (responsabilidades com o Governo da XXXXXX emergentes de fundos especiais para uma instituição de crédito para emissão de empréstimos em trânsito).
(4) Um captador de depósitos efectuará pagamentos ao Fundo de Garantia de Depósitos até que o montante pago seja suficiente para assegurar o pagamento da compensação garantida por lei àqueles depositantes de um captador de depósito que, de acordo com a lei, tenham direito a tal compensação. Se tais pagamentos de compensações garantidas de um captador de depósitos necessitarem de um montante de fundos superior, retomar-se-ão os pagamentos ao Fundo de Garantia de Depósitos.
(5) Os pagamentos de um captador de depósitos ao Fundo de Garantia de Depósitos serão incluídos nas despesas do captador do depósito.
[11 de Outubro de 2001]

Artigo 9. O balanço médio dos depósitos garantidos no trimestre anterior será calculado como média aritmética do balanço dos depósitos garantidos indicados nos balancetes mensais para os três meses do trimestre respectivo em conformidade com as disposições indicadas no Art. 8, parágrafo 3.
[11 de Outubro de 2001]
español a portugués: Simposio Alergias
Detailed field: Medicina: Farmacia
Texto de origen - español
El uso de extractos alergénicos polimerizados (alergoides) ha mostrado sus ventajas frente a los extractos nativos, por su menor reactividad frente a IgE específica, lo que implica un menor riesgo de reacciones adversas y la posibilidad de administrar dosis más elevadas. Sin embargo, estos extractos alergénicos polimerizados contenían una alta proporción de material irrelevante desde el punto de vista alergológico, constituida principalmente por polifenoles, terpenos, etc. Un nuevo proceso de despigmentación para eliminar estos componentes antes de la polimerización con glutaraldehído ha permitido obtener extractos alergénicos despigmentados y polimerizados ( XXX) con ventajas significativas sobre los extractos convencionales. XXX presenta una menor alergenicidad, manteniendo intacta la inmunogenicidad y la estimulación de respuestas en los linfocitos T (Fig. 1), lo que le confiere una mayor seguridad y hace posible la administración de dosis más elevadas, a la vez que permite acortar el tiempo necesario para alcanzar la dosis de mantenimiento.

En el caso de la alergia a los ácaros, la eficacia de XXXX se ha demostrado en varios estudios. Dos estudios fueron doble ciego, controlados con placebo (1,2) (XXXX), con asignación aleatoria de los pacientes a uno de los dos grupos. El número total de pacientes fue de 119 con asma y rinoconjuntivitis. Se apreciaron mejorías significativas mediante test de provocación bronquial alergeno-específico (Fig. 2), prick-test dosis-respuesta (Fig. 3) y las puntuaciones de síntomas y medicación y una mejora de la calidad de vida (Fig. 4). En otros tres estudios controlados, con un total de 109 pacientes (3,4,5), incluyendo niños, con asma y rinoconjuntivitis, se demostraron mejoras significativas de las puntuaciones de síntomas y medicación de rescate al cabo de tan sólo tres meses de tratamiento, con una disminución de la respuesta en pruebas de provocación bronquial alergeno-específica a los seis meses de tratamiento (Fig. 5) (5). La seguridad y tolerabilidad de XXXX quedaron demostradas en un estudio(6) en que éste se comparó con un extracto alergénico no modificado, en el cual XXXX mostró un perfil más favorable incluso a concentraciones diez veces superiores a las terapéuticas.

Traducción - portugués
O uso de extractos alergénicos polimerizados (alergóides) mostrou as suas vantagens face aos extractos nativos, devido à sua menor reactividade perante a IgE específica, o que implica um risco menor de reacções adversas e a possibilidade de administrar doses mais elevadas. No entanto, estes extractos alergénicos polimerizados continham uma proporção elevada de material irrelevante do ponto de vista alergológico, constituída principalmente por polifenoles, terpenos, etc. Um novo processo de despigmentação para eliminar estes componentes antes da polimerização com glutaraldeído permitiu obter extractos alergénicos despigmentados e polimerizados XXX com vantagens significativas sobre os extractos convencionais. O XXXX apresenta uma menor alergenicidade, mantendo intacta a imunogenicidade e a estimulação de respostas nos linfócitos T (Fig. 1), o que lhe confere uma maior segurança e torna possível a administração de doses mais elevadas, ao mesmo tempo que permite encurtar o tempo necessário para alcançar a dose de manutenção.

No caso de alergia aos ácaros, a eficácia de DXXXX foi demonstrada em vários estudos. Dois estudos foram do tipo duplo-cego (double blinded), controlados com placebo (1,2) (XXX), com nomeação aleatória dos pacientes a um dos grupos. O número total de pacientes foi de 199 com asma e rinoconjuntivite. Verificaram-se melhoras significativas através de teste de provocação bronquial alérgeno-específico (Fig. 2), prick-test dose-resposta (Fig. 3) e as pontuações de sintomas e medicação e uma melhora da qualidade de vida (Fig. 4). Noutros três estudo controlados, com um total de 109 pacientes (3,4,5), incluindo crianças com asma e rinoconjuntivite, verificaram-se melhoras significativas das pontuações de sintomas e medicação de resgate ao fim de apenas 3 meses de tratamento, com uma diminuição da resposta em ensaios de provocação bronquial alérgeno-específica ao fim de 6 meses de tratamento (Fig. 5) (5). A segurança e a tolerância de XXXX ficaram demonstradas num estudo (6) em que este foi comparado com um extracto alergénico não modificado, no qual o XXXX mostrou um perfil mais favorável inclusive a concentrações dez vezes superiores às terapêuticas.
francés a portugués: Working Clothes
Detailed field: Textil / Ropa / Moda
Texto de origen - francés
VESTE :
● Veste de pluie avec coutures étanchées, demi élastique au bas des manches réglable par bande agrippante, bas élastiqué, capuche fixe, biais retrorefléchissant et gris, aération sous les bras par zip, milieu dos avec ouverture pour aération
● 2 poches passepoilées extérieures, 1 poche intérieure fermée par zip, 1 poche intérieure fermée par velcro et 1 poche téléphone plaquée dessus fermée par une bande agrippante.
● Couleurs : bleu/gris clair
● Tailles : du S au 3XL
● Extérieur : 100% Polyester enduit PVC
● Doublure maille ajourée style mesh 100%polyester

PANTALON :
● Pantalon de pluie avec coutures étanchées, braguette fermée par zip, taille élastiquée, coutures avec biais retroréfléchissant, bas de pantalon zippé ajustable par bande agrippante, renfort fesses.
● 2 poches devant fermées par bande agrippante, 1 poche dos fermée par bande agrippante, 1 poche mètre sur le côté
● Couleur : bleu
● Tailles : du S au 3XL
● Extérieur : 100% Polyester enduit PVC
● Doublure maille ajourée style mesh 100%polyester
Traducción - portugués
CASACO:
● Casaco de chuva com costuras estanques, cavas semi-elásticas reguláveis com banda adesiva, parte inferior com elástico, capuz fixo, bandas reflectoras de cor cinzenta, arejamento debaixo do braços com fecho de correr, arejamento a meio das costas.
● 2 bolsos exteriores com debrum, 1 bolso interior com fecho de correr, 1 bolso interior fechado com velco e 1 bolso agregado para telefone fechado com banda adesiva.
● Cores: azul/cinzento claro
● Tamanhos: do S ao 3XL
● Exterior: 100% Poliester com revestimento de PVC
● Forro em malha aberta tipo rede 100% Poliester

CALÇAS:
● Calças de chuva com costuras estanques, braguilha com fecho de correr, com elástico na cintura, costuras com bandas reflectoras, parte debaixo das calças com fecho de correr ajustável com banda adesiva, reforços nas nádegas.
● 2 bolsos à frente fechados com banda adesiva, 1 bolso nas costas fechado por banda adesiva, 1 bolso metro de lado.
● Cor : azul
● Tamanhos: do S ao 3XL
● Exterior: 100% Poliester com revestimento de PVC
● Forro em malha aberta tipo rede 100% Poliester

español a portugués: Cuban Poetry
Detailed field: Poesía y literatura
Texto de origen - español
Two poems extracted of a 90-poem-book of a Cuban poet, contemporary.
Traducción - portugués
PORQUE ME MENTES?

Porque me mentes?
Porque me dizes que nunca amaste?
Porque me dizes que jamais te apaixonaste?
Ou seja, porque te mentes?
Fácil é entender que vives nas nuvens,
Que um amor profundo coabita em ti.
Amor impossível? Amor proibido?
Amor que calas para fingir outra coisa mais?
Amor que te envenena, que em ti não vive, como queres?
Amor que frustra, inteiramente?
Porque me mentes?
Se mesmo assim o meu é amor espontâneo,
Amor verdadeiro que da esperança é cúmplice
E nada para insondado rumo
Que tu não sabes definir nem deter.
Para que te sirvo? E porque me mentes?
Se sempre te dás, o pranto da tua alma ocultando.
Porque não entendes
Que entre tu e eu nada se passará?
E renuncias ao meu amor para sempre
Porque não revelas as tuas noites?
Porque me mentes?
Se a tua dureza é escudo ante da tua fraqueza oculta,
Se o teu futuro é incerto e tu o compreendes,
Abrir-se-ão então portas, outras talvez que se cerrem.
Porque me mentes? Se os teus actos falam por ti,
Se por muito que os meus utópicos anseios o queiram
Todos os dias me convences que outra coisa não farás
Que não seja com meus sentimentos te entreteres?
Porque me mentes?
Não crês que basta, um dia e outro ainda?
E que por uma razão qualquer a vida tudo revira? O nosso íntimo até?
Pensa que podes precisar de mim, como precisas do que sofrer te faz.
Por isso… não me mintas mais… e, por favor,
A ti tampouco, nunca mais!



Autor: Germán Nogueira, La Habana, Cuba
9.03.2005



Traduzido por: Brigith Guimarães
5.3.06

- - - - - - - -


CONFUSÃO


Confundiu-me o teu olhar
Confundiu-me a tua nostalgia, tanta dor.
Confundiu-me que falasses
como se estivesses muito, tão perto de mim!
Porque com as palavras se faz
um mundo grande cheio de flores,
quando a recordação nos falta,
quando se foram os sonhos.
Confundiu-me que quisesses,
ainda que ora digas que não…,
apoiares-te em mim, para não ficares
só neste mundo.
Confundiu-me que a tua alma, desgarrada,
chorasse…
E tua consciência volvi, minha razão deixei.
Confundiu-me que sem te olhar
em minha vida te visse.
Tu não travaste o meu impulso de amor,
antes lavraste tua terra perdida.

Eu sei que fui cruel.
Mas tu o foste também…
Porque não falámos com calma?
Porque ambos calámos?
Talvez por me necessitares,
a porta aberta deixaste.
Talvez por te necessitar,
com coisa incerta eu sonhei.
Mas sei que nada é claro
se não te tiver… presente,
para te olhar nos olhos,
se a verdade estiver latente.
Das tuas verdades não duvido
mas agora não creio que sem nos olharmos
possamos algo de belo construir.

Não sei se voltaremos a falar.
Não sei se te posso esquecer.
O teu impulso fervente ter-se-á apagado, por fim.
Só o tempo dirá
se foi sincera esta história.
O feio sempre se apaga,
o belo sempre perdura.
Confundiu-me amar-te tanto
Confundiu-me a distância.
Se pequei, por inocente, foi por amor,
sem maldade.
Certo estou que, um dia,
quando a noite te chame,
compreenderás de repente
que a minha canção
foi tua paz.



Autor: Germán Nogueira, La Habana, Cuba
2.11.2004


Traduzido por Brigith Guimarães
8.3.06




inglés a portugués: Malaria
Detailed field: Medicina: Farmacia
Texto de origen - inglés
Rationale for the Remaining Research Agenda of XXx

The following critical research questions are being addressed by the IPTi Consortium in order to move XXXXi towards implementation:

• Efficacy against Clinical Malaria in Different Settings. The complexities of malaria epidemiology make it essential to have a good understanding of the effects of XXXX in settings with different transmission intensities - and consequently varying age patterns of malaria disease and death. This may lead to a need to modify the approach to delivery of IPT in the large areas of Africa where the main burden of malaria is not in the first year of life. It will also be important to generate information on the effects of XXXX in settings with different ITN coverage, health service functionality and community practices.

• Safety. Although SP and other antimalarials considered for use as XXXX have been licensed for use in infants there are few safety data available specifically in this age group. The potential for severe adverse reactions to negatively affect compliance to EPI vaccinations makes the consolidation of antimalarial safety data a priority in infants. It is also possible that a perception that IPTi adds value to routine vaccination contacts may result in an increase in coverage of EPI vaccinations.

• Interactions with EPI Vaccines. The EPI primarily exists to deliver millions of doses of vaccines of known efficacy to high risk groups. Although some reassuring data on interactions with EPI vaccines has been generated, the findings need to be confirmed in additional studies and similar data generated for the new quadravalent (DTP-Hep B) and pentavalent (DTP-Hep B-Hib) vaccines being introduced through the EPI in some countries.

• Choice of Drug. XXXX and resistance to antimalarial drugs are likely to have implications for each other, and there is a need to understand the optimal profile of a drug used for XXXX. It is important to investigate the effects of alternatives to SP for XXXX, to set the results of IPTi efficacy trials in the context of local resistance and transmission patterns and to examine the effect of XXXX on the rate of development of resistance to the antimalarial used.
Traducción - portugués
Exposição para a restante agenda de investigação do XXX

Estão a ser colocadas pelo Consórcio XXXX as seguintes questões, a fim de proceder à sua implementação:

• Eficácia contra a Malária Clínica em ambientes conjunturais diversos
As complexidades da epidemiologia da malária tornam essencial adquirir um perfeito entendimento dos efeitos do XXXX em ambientes com intensidades de transmissão diversas – e consequentemente variando padrões etários da doença e morte por malária. Tal pode levar à necessidade de modificar o tipo de abordagem de como ministrar o XXXX em grandes áreas de África, onde o principal fardo da malária não surge no primeiro ano de vida. Será igualmente importante gerar informação sobre os efeitos do XXXX em ambientes com coberturas diferentes de ITN, funcionalidade de cuidados de saúde e práticas comunitárias.

• Segurança
Embora o SP e outros medicamentos anti-maláricos considerados para uso como XXX tenham sido autorizados para aplicação em crianças de tenra idade, existe pouca informação disponível que seja específica a este grupo etário. A probabilidade de reacções adversas severas afectarem negativamente as vacinações EPI torna a consolidação da informação de segurança anti-malárica uma prioridade em bébés. É também possível que uma percepção de que o XXX acrescenta uma mais-valia à rotina dos contactos de vacinação pode resultar num aumento de cobertura das vacinações EPI.

• Interacções com Vacinas EPI
O EPI existe antes de mais para administrar milhões de doses de vacinas de eficácia comprovada a grupos de alto risco. Embora alguma informação sobre interacções com as vacinas EPI tenha sido gerada, os resultados necessitam de ser comprovados por estudos posteriores e informação semelhante ser criada para que as novas vacinas quadravalentes (DTP-Hep B) e pentavalentes (DTP-Hep B-Hib) sejam introduzidas através do EPI em alguns países.

• Escolha da droga/medicamento
O IPTi e as drogas de resistência anti-malária terão certamente implicações para cada uma delas e existe a necessidade de compreender o melhor perfil de uma droga usada para XXX. Torna-se importante investigar os efeitos das alternativas do SP para o XXXX, para definir os resultados das experiências de eficácia do XXXX no contexto da resistência local e padrões de transmissão e examinar o efeito do XXXX no taxa de desenvolvimento da resistência à droga anti-malária utilizada.
portugués a inglés: TAP Air Portugal report, 2005
Detailed field: Aeroespacial / Aviación / Espacio
Texto de origen - portugués
Na UE, as transportadoras aéreas têm desempenhado um papel fundamental para o crescimento da economia, proporcionando conexões fáceis com o resto do mundo. No entanto, a sua sustentabilidade financeira tem vindo a ser fortemente condicionada pela acção conjugada de diversos factores. Neste sentido, qual a posição da TAP, como agente activo na Indústria, relativamente a esta realidade?
De facto, é consensual que o transporte aéreo constitui, ele próprio, um agente influente e determinante para a saúde da economia, responsável, em larga medida, pela criação de emprego e riqueza e sendo dinamizador do sector turístico, um dos de maior expansão na actualidade e com perspectivas de crescimento num futuro próximo.
Porém, o transporte aéreo é, também, uma actividade muito sensível e vulnerável a influências e eventos externos, tais como conflitos armados, choques energéticos, epidemias e terrorismo entre outros. Neste momento, a Indústria esforça-se por recuperar de um período de cinco anos de perdas consecutivas, em valor agregado, traduzindo-se para o sector, como a maior e mais longa crise de sempre, em que as companhias aéreas se viram confrontadas, simultaneamente, com quebras avultadas no domínio das receitas e com uma elevada sobrecarga de custos. Poderá, no entanto, afirmar-se que os ganhos de eficiência decorrentes da significativa redução nos custos de operação que, de uma forma generalizada, se obtiveram, foram neutralizados, por sua vez, em parte, pelo aparecimento de ondas de custos gerados exteriormente.
Por outro lado, à forte exposição natural do sector a acontecimentos de natureza geo-política, como os atrás referidos, acresce o registo, com visibilidade, de alterações ao modelo de negócio, as quais se constituem como factores deveras limitativos para o crescimento futuro.
Traducción - inglés
In the EU, area transport companies have played an essential role for the economic growth, offering easy connections with the rest of the world. Its financial sustainability, however, is being strongly determined by the joint action of several factors. In this sense, which is TAP’s position regarding this reality, being as it is an active agent in the industry?
In fact, it is by all agreed that air transport is an influent and determining agent for the health of the economy, greatly responsible for the creation of jobs and wealth, for the stimulation of tourism, that it shows the biggest growth nowadays, its perspectives being of yet a larger increase in the near future.
On the other hand, air transport is also a very susceptible sort of activity, vulnerable to external events and influences, such as armed conflicts, energetic shocks, epidemics and terrorism, among others. At the moment, Industry in general is trying to pull itself together after a period of five years of successive losses, in aggregated value, representing for this segment of the economy the largest and longest crisis ever which air transport companies were confronted with, simultaneously with important losses in what regards revenues and with tremendous surcharges. We may nonetheless assert that the achieved efficiency gains resulting from the meaningful reduction of costs in the operation have been neutralized, on their turn, by the emergence of cost waves originated externally.
Moreover, to the natural and obvious exposure of this sector to geo-politic events as those mentioned above, one must add visible alterations in the way of doing business, which will seriously restrict growth in the coming future.
portugués a inglés: Carlos Dias - the Portuguese of the luxury watches
Texto de origen - portugués
Original text in PDF. An article published at a well-known Portuguese business magazine, June 2006.
Traducción - inglés
LUXURY WATCHES BY A PORTUGUESE-BORN


Carlos Dias is the owner of one of the most modern and high-levelled clock-manufacturing in Switzerland. And he wishes to duplicate Roger Dubuis invoicing, competing with the Swatch group.

A visit to the modern grounds of the Manufacture Roger Dubuis, in Geneva, Switzerland, is enough to capture the strength and the character of the Portuguese man who in 1995 has founded the company. High-tech, outstanding neatness and organization, as well as design in every corner, are the characteristics that immediately catch our eyes when entering the manufacturing facilities of this watch-brand. A trip to the future within a traditional world of watch-making. Obsessed by quality and detail, Carlos Dias, 50 years old, has managed to become a winner inside a traditional industry, emblematic and almost exclusive to Helvetians, where « a foreigner does not enter». Or at least did not use to enter. With willingness and dedication he faced centenary companies and in only ten years of business activity he competes directly with the best clock-makers of the world, such as Patek Philippe, Vacheron Constantin, Frank Müller, Chopard, Breguet, and Rolex. This to name but a few. Particularly fond of design, everything in this manufacture has been designed by Mr. Dias himself: facilities, office furniture, the furniture at the entrance and in the restaurant, even the carpets in the corridors. These, in stripes and warm colours, stand for «Carlos Dias» in barcode’s language. A detail that the entrepreneur did not explicitly omit, in order to demonstrate his entire devotion to business.

If during the first years of his watch-brand, too recent if compared with competition, he has been discredited and object of gossip, he is now proud to have achieved the admiration and even the envy of the watch-sector. Accomplishments that the Swiss watch-makers, too traditional by nature, lacked to conquer in centuries. The Swiss business magazine Bilan refers that the industry was not pleased to see his quick ascending in the activity. The well-reputed publication refers to him as one of the 300 major fortunes in Switzerland, estimating it between the 70 to 125 million Euros, placing him on the same level as some of his direct competitors, such as Franck Müller and Raymond Weil. The sentence that describes his way of facing the watches of Roger Dubuis has been inscribed upon the walls of the company for a considerable period of time so that every employee would interiorize it. And it said: «It is a today’s watch, inspired, yet not submitted to the past, that projects itself into the present as well as into the future.» Carlos Dias says this to be the emblematic sentence that explains all of his company’s development. In other words, it respects tradition and yet produces watches similar to the antique ones, but never like the old ones or as before. This is the concept that stands for the business he created in the surrounding area of Geneva. In spite of acting within a traditional and classic industry, he bet in innovation, design and boldness, and succeeded. Nowadays, his collection of watches, all of them designed by himself, are the pure delight of connoisseurs and collectors of pieces of art. The most accessible model he commercializes is part of a lady’s collection and its price goes around 10 thousand Euros. If, on the other hand, one speaks of the most luxurious and exclusive model, it ascends to nearly a million Euros and it will be manufactured only by express order.

Carlos Dias refers that the secret of his success lies in having developed high-technology that allows him to manufacture watches of high quality, equal or even superior, to those of craftsmanship, and having promptness to his advantage. And all of it has been conceived by his company, by himself and by his R+D.


From fool to megalomaniac

«When I first started, all my friends and acquaintances were against it. They called me a fool and a megalomaniac, but many of those who did not believe in me agree now and render me their recognition.» The truth is that, having no experience whichever in this craftsmanship, it took only a few years to achieve prominence among the most famous watch-makes of the world.

When he abandoned the businesses he had in Italy and definitely came to Switzerland, where his wife daughter already lived, he was then faced with two business alternatives: either he opened an innovating sort of restaurant, since he is a true gourmet, or he would dedicate himself to watch-making, a passion that has been living in him for years. A collector of antique watches and minimum connoisseur of the art – he was a personal friend of Roger Dubuis, a Swiss watch-maker who would giver his name to Dias’ own company and brand, chose the most difficult path.


(and goes on...)

francés a portugués: Sièges bébé
Texto de origen - francés
Optimum X.9


2 em 1: um único

2 em 1 : un seul siège qui associe groupe 0+ et groupe 1 (adaptable sur une base)
Coque transportable
Isofix (en option)
Fonction transat
Fonction travel system


Fun Fold

Pliage facile, innovant et compact
Harnais de sécurité 5 points
Grand plateau
Repose-pieds
Vendue avec sac de transport


Poids : 6,64 kg
Pliage facile, innovant et compact
8 cm d’épaisseur
une fois pliée

Buggy Look

4 roues doubles
Poids : 4,5 kg
Harnais 5 points
Freins à l’arrière
Hamac amovible
Tissu mesh, idéal pour l’été
Pliage facile
Poignées assorties

SYRACUSE

- Canopy
- Poussette canne multi positions
- Main courante amovible ergonomique
- Panier de rangement
- Harnais 5 points
- Frein unique
- Aluminium

Travel Telesco
Poussette télescopique multi positions
Siège auto avec poignées ergonomiques/multi positionnables
Grand panier
Roues avant pivotantes
Main courante amovible
Canopy avec fenêtre amovible
Siège groupe O+
Pliage facile
Tablier et habillage pluie vendue avec la poussette

Sleepy


Format : 70 x 120 cm
Système de pliage solide
Minimum d’encombrement
Livré avec un matelas et une housse de rangement
Idéal pour les voyages
Table à langer avec tapis confort amovible et lavable
Coins en plastique
ABS assurant une grande sécurité
Poche de rangement
Fonctions innovantes: vibreur, musique et lumière
Traducción - portugués
Optimum X.9
2 em 1: um único carrinho que associa o grupo 0+ e o grupo 1 (adaptável sobre uma base)
Cadeira transportável
Isofix (opcional)
Função transat
Função sistema de viagem



Fun Fold
Dobragem fácil, inovadora e compacta
Cinto de segurança de 5 pontos
Assento grande
Repousa-pés
Vendida com saco de transporte
Peso: 6,64 kg
Dobragem fácil, inovadora e compacta
8 cm de espessura
Depois de dobrada


Buggy Look
4 Rodas duplas
Peso : 4,5 kg
Cinto de segurança de 5 pontos
Travões traseiros
Alcofa amovível
Tecido em rede, ideal para o verão
Dobragem fácil
Punhos – vários tipos à escolha



SYRACUSE

- Capota
- Carrinho de bébé com braços multi-posições
- Barra de protecção amovível e ergonómico
- Cesta de rede
- Cinto de 5 posições
- Freio único
- Alumínio

Travel Telesco

Carrinho de bébé telescópico multi-posições
Assento auto com punhos ergonómicos/multi-posições
Cesta de rede
Rodas dianteiras giratórias
Capota com janela amovível
Carrinho grupo O+
Dobragem fácil
Inclui capa e protector de chuva


Sleep

Formato : 70 x 120 cm
Sistema sólido e seguro de dobragem
Mínimo de espaço ocupado
Inclui colchão e cobertura almofadada
Ideal para viajar
Mesa para fraldário com capa conforto amovível e lavável
Cantos em plástico
Sistema de segurança ABS
Bolsa
Funções inovadoras: vibrador, música e luz
inglés a portugués: UTOPIA -
Texto de origen - inglés
Original in PDF
Part of an assignment for my post-graduation in English Literature, UTOPIA
"Chap.III - Of Our Wines and potable Juices"

The outside of every Man's House is here a plentiful Vineyard, for Vines spring up as naturally under every Body's Window's, as Mushrooms from the rotten Stump of an old Horse-black, and creep up our Walls over the Eves of our Mansions, as commonly as Ivy grows round an Oak, or Houselick on the top of a Country Bog-house, in somuch that every Inhabitant, when he wants to drink, may squeeze his Grapes with his own Teeth, instead of a Wine-press; however, for< Society's sake, because he cannot be so free in our own Houses, we allow some Taverns, but to prevent Adulteration, we cut-down all Apple-trees as fast as they spring up, lest the Purity of our Wines should be debas'd with Cyder; by which Means we keep our Vintners honest, our Juices wholsome, and the People healthful; yet, tho'our Liquors are plenty, and in the highest Perfection, we are a sober Nation, only for want of a large Excise to make it the Interest of our Government to connive at Drunkenness: So that indeed the Cheapness of our Wines, and the due Execution of our Laws against Vice, without the least Help of a Society of Reformation, makes Ebriety a Scandal. Notwithstanding our great Inclinations to Temperance and Chastity, yet the brightest Rainbow can have no Tincture in her mottl'd Diversity, but what we can match with some excellent Liquor of the same Colour, yet we have no Brewers among us; for which Reason our capital Cities are never govern'd by Lord-Mayors and Aldermen. But above all other Potables, I have a certain Cordial Composition of my own, distill'd from the Rays of the Sun, May-dew, Moon-shine, and Honey-drops, that I prepare purposely for the speedy Suppression of all melancholly Vapous: Which excellent Cordial, I may say, without Flattery, surpasses all the Nectar in the Heavens, all the Wines upon Earth, and all the exalted Elements that mix between both to quench the scorching Drowth of thirsty Phoebus.

Therefore, ssince you inform'd me, in your last Letter, what a pestilential Stupidity had unhappily over-run that flatulent part of the World wherein you are now resident, I have thought a true Recipe of so rich a Nostrum might be very welcome to a Brother Physician of your singular Pretensions; but must strictly enjoin you, by all the Bonds of Friendship, to lock it fast in your Bosom, as a valuable secret. If you happen to find, in your colder Climate, the Ingredients difficult to come by, or too expensive to turn to Account, then, instead of May-dew, you may use Pump-water; for the Rays of Sun, Leaf-Gold; burnt Silver, in the room of Moo-shines; and the want of Honey-drops, supply with common Sugar; tho', whatever you do, be sure you observe the true Quantities according to my Recipe; for it ought to be a Maxim in Physick, viz. Nulla veritas nulla virtus.

When you have thus prepar'd it secundum Artem, pursuant to Instructions, for its singular Efficacy in all melancholly Distempers, I would have you call it, Chear-up, a Name so applicable to so excellent a Cordial, that you cannot find a better in the whole Nomen Clatura, for one Thimble-full administer'd in due Season, that is, a little before the Paroxysm, will certainly cure any dull Fanatick of the Spirit of COntradiction, or the yawning Evil, and make him as merry Company for a whole Afternoon, over a Bottle, as a young Player, or a Mountebank; Merry Andrew, also infallibly cures all heavy-hearted Sinners of the Spleen, Hypo, or Night-mare. Maids of the amorous Suspiration, Whores of prick'd Consciences, and Wives of the Vapours; and is so highly in Esteem among the merry Inhabitants of our peaceful Island, that it is publickly sold here, instead of Brandy, to meka People laugh.

A cordial Dram, with Moderation us'd,
Revives the Heart, but injures when abus'd.
Enough, that happy Quantum, makes us glad;
But with too much, we sottish grow, or mad.
Traducción - portugués
A Ilha do Contentamento: ou, Um Novo Paraíso Descoberto (1709)
[Anónimo]
A ILHA DO CONTENTAMENTO

(Capítulo III)

DOS NOSSOS VINHOS E OUTRAS BEBIDAS

Aqui o exterior de cada casa é uma vinha abundante, pois as vinhas brotam tão espontaneamente sob as janelas de toda a gente como cogumelos dos tocos podres de um cavalo negro e trepam pelas nossas paredes por cima das nossas mansões, tão naturalmente como cresce a hera à volta de um carvalho ou o saião no cimo de uma casa num pântano, de tal modo que todo o habitante, sempre que queira beber, pode espremer as uvas com os seus próprios dentes em vez de as passar pela prensa; no entanto, para o bem comum, porque não podemos ser tão livres nas nossas próprias casas, permitimos a existência de algumas tabernas, mas para evitar a adulteração, cortamos todas as macieiras mal despontam, não vá a pureza das nossas vinhas ser aviltada pela cidra; com estes métodos, mantemos os nossos comerciantes de vinhos honestos, as nossas bebidas salutares e as pessoas saudáveis; no entanto, embora as nossas bebidas sejam em abundância e da maior perfeição, somos uma nação sóbria, pois não temos altos impostos que façam com que seja do interesse do nosso governo ser conivente com a embriaguês: para que de facto o baixo preço dos nossos vinhos e a devida execução das nossas leis contra o vício, sem a mínima ajuda de uma Associação de Reforma , façam da embriaguês um escândalo.
Apesar da nossa grande tendência para o comedimento e a castidade, mesmo o arco-íris mais luminoso não pode ter qualquer nuance na sua variegada coloração, senão aquilo que podemos combinar com alguma bebida alcoólica excelente de igual cor, embora não haja cervejeiros entre nós; pela mesma razão, as nossas cidades nunca são governadas por presidentes de municípios ou corregedores. Mas acima de todas as outras bebidas, possuo um certo tónico, mistura de bebida muito minha, destilada de raios de sol, orvalho de Maio, luz do luar e gotas de mel, que propositadamente preparo para a rápida eliminação de quaisquer vapores de melancolia: uma excelente bebida, devo confessar sem lisonja, que ultrapassa qualquer néctar dos céus, todos os vinhos à face da terra e todos os elementos exaltados que se misturam entre eles para extinguir a abrasadora sede do sedento Febo.
Por isso, desde que me informastes na vossa última carta da estupidez pestífera que infelizmente invadiu essa parte presunçosa do mundo onde agora residis, pensei que uma autêntica receita de um Nostrum tão enriquecido como este poderia ser muito bem vinda para um médico-irmão com as vossas particulares pretensões; mas devo recomendar-vos a seguir estritamente o que vos digo, por todos os laços de amizade que nos unem, a encerrá-la depressa no seio do vosso coração, como um segredo valioso. Se acaso achardes dificuldade em encontrar os ingredientes nesse vosso clima mais frio, ou se forem de preço demasiado elevado para as vossas posses, então, em vez de orvalho de Maio, podereis usar água do cano; para os raios de sol, folhas de ouro; prata fundida em vez de luz de luar; e o que se pede em gotas de mel, podereis usar açúcar vulgar; embora, faças o que fizerdes, deveis sempre verificar as quantidades certas conforme a minha receita; porque deve de ser uma máxima em física, viz. Nulla veritas nulla virtus Quando a tiverdes então preparado secundum Artem, conforme as instruções, e devido à sua eficácia para todos os males de melancolia, aconselhar-vos-ia a chamar-lhe ‘Alegrete!‘, um nome tão bem aplicado para uma bebida tão perfeita, que em toda a Nomen Clatura não ireis por certo encontrar outro melhor, pois um dedal cheio, administrado na altura própria, isto é, um pouco antes do paroxismo , irá por certo sarar qualquer fanático entorpecido pelo espírito de contradição, ou mal bocejante, e torná-lo em companhia tão alegre durante toda uma tarde à volta de uma garrafa, como um jovem jogador ou um saltimbanco. O ‘alegre Andrew’ também cura infalivelmente todos os tristes pecadores do mau-humor, hipocondria ou pesadelo. Meninas de suspiros de amor, rameiras de consciências atormentadas e esposas com vapores ; e é de tal modo apreciado entre os felizes habitantes da nossa pacífica Ilha que aqui é vendido publicamente, em vez de Brandy, para fazer as pessoas rir.

Uma pinguita com moderação
Faz sempre bem, alegra o coração;
Em boa medida põe-nos contentes,
Em exagero, deixa-nos doentes.


portugués a alemán: Der Deutsche Idealismus
Texto de origen - portugués
O IDEALISMO ALEMÃO
Cada um de nós tem uma vida interior. Cada Indivíduo tem a possibilidade de dialogar consigo próprio e de se distanciar de si mesmo. No entanto, e curiosamente, esta "Interioridade individual" é alcançada na Alemanha e não em Itália, Inglaterra ou França - pergunta-se porquê?

Na Alemanha houve a Reforma (1520). Quando Lutero pretendeu reformar a igreja católica através das suas teses, esta viu-se perante um dilema. Com Lutero e a crise de fé que se lhe seguiu, as pessoas ficaram transtornadas - sempre que o ser humano sente esta incerteza, desenvolve-se a sua vida interior. Este desenvolvimento não teve lugar em Portugal, dado que não houve qualquer tipo de confrontação entre a igreja protestante e a igreja católica - Portugal e Espanha permaneceram sempre católicos e, nesta altura, vivia-se a época da Inquisição.

"Protejo-me na minha consciência" - disse Lutero em Speyer; o que por outras palavras significa que Lutero estava consciente da sua "consciência" e daí provém o conceito cognitivo de "Bewusstsein", em alemão. Em Português não existe qualquer diferença, uma vez que ambas as palavras
têm o nome de "consciência"; porém, em alemão é valorizada a diferença entre "moral" e "cognitivo".
Em que se protegia Lutero? Na Mística. Os Místicos representavam um perigo para a igreja católica - Lutero e os Protestantes afirmavam "não precisamos de nenhum Papa, de nenhum padre; encontraremos o caminho directo para Deus".

Na Idade Média, o Indivíduo em si não tinha qualquer relevância: tudo era uma obra global, em que Deus era a figura central (Teocentrismo). Enquanto que no Iluminismo o importante era "a inteligência", que transmitia a clareza de raciocínio. Não se falava de conceitos como Intuição ou Sentimento. Não se procurava o Global, mas sim a Unidade. Descartes, entre outros Filósofos, acreditavam num Deus, que criava tudo com exactidão. O AMor e o Sentimento não tinham relevância, porque eram conceitos que não se podiam medir.


Traducción - alemán
DER DEUTSCHE IDEALISMUS

Jeder von uns hat ein Innenleben. Jeder Mensch hat die Möglichkeit, mit sich selbst sprechen zu können und von sich selbst zu distanzieren.

Nun ist interessanterweise diese “individuelle Innerlichkeit” in Deutschland erreicht und nicht in Italien, England oder Frankreich – aber warum? In Deutschland gab es die Reformation (1520). Als Luther mit seinem Theseanschlage die katholische Kirche reformieren wollte, kam es zu einer Spaltung der katholischen Kirche. Durch Luther und die Glaubenskrise wurden die Menschen aufgewühlt – wenn man innerlich aufgewühlt ist, entwickelt sich das Innenleben. Diese Entwicklung bestand nicht in Portugal, denn es gab keine Konfrontation zwischen protestantischen und katholischen Kirchen – Portugal und Spanien blieben immer katholisch und zu dieser Zeit lebte man unter der Inquisition.

“Ich stütze mich auf mein Gewissen”, hat Luther in Speyer gesagt; das meint, er war sich seines Gewissens bewußt und davon kommt der Begriff “des Bewußtseins” (kognitiv). Im Portugiesisch gibt es keinen Unterschied, denn die beiden Wörter heißen “consciência”, doch im Deutschen wird dieser Unterschied zwischen “moralisch” und “kognitiv” aufgewertet.

Worauf stütze sich Luther? Auf die Mystik. Die Mystiker waren für die Hierarchie der katholischen Kirche eine Gefahr, denn Luther und die Protestanten sagten “wir brauchen keinen Papst, keine Priester, wir finden unseren Weg direkt zu Gott”.

Im Mittelalter spielte das Individuum keine Rolle: alles war ein Werk zusammen. Gott stand im Mittelpunkt (Theozentrismus). Man stütze sich auf die aristotlische Philosophie, die die Wirklichkeit als Organismus betrachtete.

In der Aufklärung stütze man sich nur auf die “natürliche Vernunft”, die Klarheit vermittelte – nur was man beweisen konnte, war wichtig. Intuition und Gefühl gehörten nicht dazu. Man wollte nicht das Ganze, sondern das Einzelne. Descartes, wie andere Philosophen, waren Deisten, glaubten an einen Gott, der alles genau machte. Liebe und Gefühl kamen nicht auf, denn “Liebe” und “Gefühl” kann man nicht messen. Deisten und Theisten sind nicht gleich – die ersten glauben an eine Transzendenz, wo keine persönliche Beziehung besteht. Descartes sagte: “Gott ist der Uhrmacher. Der Mensch = das Universum ist eine Maschine – die Wirklichkeit kann man berechnen und das ist die Wahrheit!”.

Im Mittelalter fing man von der Deduktion aus. In der Aufklärung induzierte man – die Kausalität der Wirkung war wichtig und so kam man zu einem nie zuvor erreichten Fortschritt.

Luther aber spricht eine neue Denkweise aus: Der Mensch muß für sich selbst entscheiden – und dieses neue Denken ist ein unglaubliches Ereignis. Paralell dazu bricht ein neues Weltbild auch aus: die Naturwissenschaften, die portugiesischen Entdeckungen, der Buchdruck, usw. Und alles das bringt die Neuzeit, die sich von dem alten Weltbild total distanzieren will. Der Mensch als Individuum spielt die wichtigste Rolle, die natürliche Vernunft steht im Mittelpunkt, und nicht mehr Gott, das Gemeinwesen, “das Ganze”. Jeder Mensch muß mit seinem Innenleben konfrontiert werden.

Dann kommen der Barrock und der Dreißigjährige Krieg (1618-1648) – Hunger, die Pest und Krankheit, insgesamt der TOD. Durch die Reformation in Deutschland und auch in der Schweiz, Österreich und einem Teil der Niederlande, wo sich der Protestantismus durchsetzt, kommt dieses “Bewußtsein” auf.

Die “individuelle Innerlichkeit” nennt man in Deutschland das “Bei-sich-sein” – es ist ganz normal, dass der Mensch mit sich selbst in Kontakt kommt: die Selbstfindung. Doch erreicht man “das absolute” Ich”, wie von Fichte geprägt? Für viele besitzt man es nicht, denn man ist nie von sich selbst total bewußt. Das “Bei-sich-sein”, nämlich das “bei” ist ein typisch deutsches Gefühl, eine Intimität, eine enge Beziehung. Der Deutsche hat dieser “Bei-sich-sein” entwickelt: wenn der Mensch sich den Begriff gefunden hat, lebt er mit sich selbst eine enge innere Beziehung. In Opposition zu Karl Marx, zB, der der Entfremdung prägt.

Wie gesagt, wenn man von diesem “Bei-sich-sein” hört, versteht man besser den Deutschen Idealismus – der Mensch als Subjekt und als geistiges Wesen.

Ohne die Analyse dieser “Innerlichkeit” könnten wir nicht zum Deutschen Idealismus kommen, denn in der Romantik werden “Intituition” und “Gefühl” aufgewertet.

español a portugués: RUM PARA OS TRAFICANTES
Texto de origen - español
La caña de azúcar es un producto exportado de Europa a América, aunque existe la creencia de que es justo al revés. Las primeras plantas de caña de azúcar las llevó Colón desde Madeira hasta el Caribe, donde se convertirían en el principal producto agrícola, y cuya destilación daria lugar al aguardiente blanco más consumido del mundo: el RON.
Traducción - portugués
A cana de açúcar é um produto exportado da Europa para a América, embora se creia que tenha sido ao contrário. As primeiras plantas de cana de açúcar foram levadas por Colombo, da Madeira para as Caraíbas, onde se tornaram o principal produto agrícola e cuja destilação daria lugar à aguardente branca mais consumida em todo o mundo: o RUM.
inglés a portugués: EOBD
Texto de origen - inglés
Fuel Volume Regulator Control Circuit/Open
Fuel Volume Regulator Control Circuit Range/Performance
Fuel Volume Regulator Control Circuit Low
Fuel Volume Regulator Control Circuit High
{1} Fuel Shutoff Valve "A" Control Circuit/Open
Fuel Shutoff Valve "A" Control Circuit Low
Fuel Shutoff Valve "A" Control Circuit High
Engine Positions System Performance Bank 1
Engine Position System Performance Bank 2
{2} "A"Camshaft Position Actuator Circuit Bank 1
"A" Camshaft Position - Timing Over - Advanced or System Performance Bank 1
"A" Camshaft Position - Time Over - Retarded Bank 1
"B" Camshaft Position - Actuator Circuit Bank 1
{3} "B" Camshaft Position - Timing Over - Advanced or System Performance Bank 1
"B" Camshaft Position - Timing Over - Retarded Bank 1
Crankshaft Position - Camshaft Position Correlation Bank 1 Sensor A
Crankshaft Position - Camshaft Position Correlation Bank 1 Sensor B
"A" Camshaft Position Actuator Circuit Bank 2
"A" Camshaft Position - Timing Over - Retarded Bank 2
Intake Valve Control Solenoid Circuit Range/Performance Bank 1
Exhaust Valve Control solenoid Circuit Range/Performance Bank 1
Intake valve Control Solenoid Circuit Range/Performance Bank 2
Exhaust Valve Control Solenoid Circuit Range/Performance Bank 2
HO2S Heater Control Circuit Bank 1 Sensor 1
HO2S Heater Circuit Low Voltage Bank 1 Sensor 1
HO2S Heater Circuit High Voltage Bank 1 Sensor 1
{6} Turbo Charger Bypass Valve Control Circuit
Turbo Charger Bypass Valve Control Circuit Low
Turbo Charger Bypass Valve Control Circuit High
HO2S Heater Control Circuit Low Bank 1 Sensor 2
HO2S Heater Control Circuit High Bank 1 Sensor 2
Turbo/Super Charger Bypass Valve Control Circuit Range/Performance
O2 Sensor Signals Swapped Bank 1 Sensor /Bank 2 Sensor 1
{7} HO2S Heater Control Circuit Low (bank 1, sensor 3)
HO2S Heater Control Circuit High (bank 1, sensor 3)
HO2S Heater Resistance Bank 1 Sensor 1
{9} HO2S Heater Conrol Circuit Low Bank 2 Sensor 2
Air Assisted Injector Control Range/Performance
Air Assisted Injector Control Circuit or Circuit Low
{11} Air Assisted Injector Control Circuit High
MAP/MAF - Throttle Position Correlation
Manifold Absolute Pressure - Barometric Pressure Correlation
Ambient Air Temperature Sensor Circuit
Ambient Air Temperature Sensor Range/Performance
Ambient Air Temperature Sensor Circuit Low
Ambient Air Temperature Sensor Circuit High
Ambient Air Temperature Sensor Intermittent
Intake Valve Control Solenoid Circuit Bank 1
{12} Intake valve Control Solenoid Circuit Low Bank 1
Intake Valve Control Solenoid Circuit High Bank 1
Exhaust Valve Control Solenoid Circuit Bank 1
Exhaust Valve Control Solenoid Circuit Low Bank 1
Exhaust Valve Control Solenoid Circuit High Bank 1
Intake Valve Control Solenoid Circuit Low Bank 2
Exhaust Valve Contrtol Solenoid Circuit High Bank 2
Fuel Rail/System Pressure - Too Low
Fuel Rail/System Pressure - Too High
Fuel Pressure Regulator 1 Performance
Fuel Pressure Regulator 1 Control Circuit
{14} Fuel Pressure Regulator 1 Control Circuit Low
Fuel Pressure Regulator 1 Control Circuit High
Fuel System Leak Detected - Large Leak
Fuel System Leak Detected - Small Leak
Intake Air Temperature Sensor 2 Circuit
Intake Air Temperature Sensor 2 Circuit Range/Performance
Intake Air Temperature Sensor 2 Circuit Low
Intake Air Temperature Sensor 2 Circuit High
Intake Air Temperature Sensor 2 Circuit Intermittent/Erratic
Mass or Volume Air Flow Circuit Malfunction
Mass or Volume Air Flow Circuit Range/Performance Problem
Mass or Volume Air Flow Circuit Low Input
Mass or Volume Air Flow Circuit High Input
Mass or Volume Air Flow Circuit Intermittent
Manifold Absolute Pressure/Barometric Pressure Circuit Malfunction
Manifold Absolute Pressure/Barometric Pressure Circuit Range/Performance Problem
Manifold Absolute Pressure/Barometric Pressure Circuit Low Input
Manifold Absolute Pressure/Barometric Pressure Circuit High Input
Manifold Absolute Pressure/Barometric Pressure Circuit Intermittent
Intake Air Temperature Circuit Malfunction
Intake Air Temperature Circuit Range/Performance Problem
Intake Air Temperature Circuit Low Input
Intake Air Temperature Circuit High Input
Intake Air Temperature Circuit Intermittent
Engine Coolant Temperature Circuit Malfunction
Engine Coolant Temperature Circuit Range/Performance Problem
Engine Coolant Temperature Circuit Low Input
Engine Coolant Temperature Circuit High Input
Engine Coolant Temperature Circuit Intermittent
Throttle Position Sensor/Switch A Circuit Malfunction
Throttle Position Sensor/Switch A Circuit Range/Performance Problem
Throttle Position Sensor/Switch A Circuit Low Input
Throttle Position Sensor/Switch A Circuit High Input
Throttle Position Sensor/Switch A Circuit Intermittent
Insufficient Coolant Temperature for Closed Loop Fuel Control
Insufficient Coolant Temperature for Stable Operation
02 Sensor Circuit Malfunction (Bank I Sensor 1)
02 Sensor Circuit Low Voltage (Bank I Sensor I)
{30}02 Sensor Circuit High Voltage (Bank I Sensor 1){31}
02 Sensor Circuit Slow Response (Bank 1 Sensor 1)
02 Sensor Circuit No Activity Detected (Bank I Sensor 1)
02 Sensor Heater Circuit Malfunction (Bank 1 Sensor 1)
02 Sensor Circuit Low Voltage (Bank I Sensor 2)
02 Sensor Circuit No Activity Detected (Bank 1 Sensor 2)
02 Sensor Heater Circuit Malfunction (Bank I Sensor 3)
02 Sensor Circuit Malfunction (Bank 2 Sensor I)
02 Sensor Circuit Low Voltage (Bank 2 Sensor I)
02 Sensor Circuit High Voltage (Bank 2 Sensor 1)
02 Sensor Circuit Malfunction (Bank 2 Sensor 2)
02 Sensor Circuit Low Voltage (Bank 2 Sensor 2)
Fuel Trim Malfunction (Bank 1)
System too Lean (Bank 1)
System too Rich (Bank 1)
Fuel Composition Sensor Circuit Malfunction
Fuel Composition Sensor Circuit Range/Performance
Fuel Composition Sensor Circuit Low Input
Fuel Composition Sensor Circuit High Input
Fuel Temperature Sensor A Circuit Malfunction
Traducción - portugués
Circuito de controlo do regulador de volume de combustível - aberto
Circuito de controlo do regulador de volume de combustível - nível/desempenho
Circuito de controlo do regulador de volume de combustível – sinal baixo
Circuito de controlo do regulador de volume de combustível – sinal alto
{1} Circuito de controlo da válvula de paragem do combustível/Aberto
Circuito de controlo da válvula de paragem de combustível “A”– sinal baixo
Circuito de controlo da válvula de paragem de combustível “A”– sinal alto
Sistema de posições do motor Banco 1 - desempenho
Sistema de posições do motor Banco 2 - desempenho
{2} Circuito actuador da posição "A" da árvore de cames Banco 1
Posição “A” da árvore de cames – Finda regulação do tempo – Avançado ou desempenho do sistema Banco 1
Posição “A” da árvore de cames – Finda regulação do tempo – Atrasado Banco 1
Posição “B” da árvore de cames – Circuito actuador Banco 1
{3} Posição “B” da árvore de cames – Finda regulação do tempo – Avançado ou desempenho do sistema Banco 1
Posição “B” da árvore de cames – Finda regulação do tempo – Atrasado Banco 1
Posição da cambota – Variação da posição da cambota Banco 1 Sensor A
Posição da cambota – Variação da posição da cambota Banco 1 Sensor B
Circuito actuador da posição "A" da árvore de cames Banco 2
Posição “A” da árvore de cames – Finda regulação do tempo – Atrasado Banco 2
Circuito de controlo solenoide da válvula de admissão Banco 1 - nível/desempenho
Circuito de controlo solenoide da válvula de escape Banco 1 - nível/desempenho
Circuito de controlo solenoide da válvula de admissão Banco 2 - nível/desempenho
Circuito de controlo solenoide da válvula de escape Banco 2 - nível/desempenho
Circuito de controlo do aquecedor HO2S Banco 1 Sensor 1
Circuito do aquecedor HO2S Banco 1 Sensor 1 – sinal baixo
Circuito do aquecedor HO2S Banco 1 Sensor 1 – sinal alto
{6} Circuito de controlo da válvula de derivação do turbocompressor
Circuito de controlo da válvula de derivação do turbocompressor – sinal baixo
Circuito de controlo da válvula de derivação do turbocompressor – sinal alto
Controlo de circuito do Aquecedor HO2S Banco 1 Sensor 2 – sinal baixo
Controlo de Circuito do Aquecedor HO2S Banco 1 Sensor 2 – sinal alto
Circuito de controlo da válvula de derivação turbo/Super Compressor - nível/desempenho
02 Sinais do sensor trocados Sensor Banco 1/Sensor 1 Banco 2
{7} Circuito de controlo do aquecedor HO2S (banco 1, sensor 3) – sinal baixo
Circuito de controlo do aquecedor HO2S (banco 1, sensor 3) – sinal alto
Resistência do aquecedor HO2S Banco 1 Sensor 1
{9} Circuito de controlo do aquecedor HO2S Baixo Banco 2 Sensor 2
Controlo do injector de ar - nível/desempenho
Circuito de controlo do injector de ar – sinal baixo
{11} Circuito de controlo do injector de ar – sinal alto
Variação de ponto MAP/MAF

Pressão absoluta no colector – variação da pressão barométrica
Circuito do sensor da temperatura ambiente
Sensor da temperatura ambiente - nível/desempenho
Circuito do sensor da temperatura ambiente – sinal baixo
Circuito do sensor da temperatura ambiente – sinal alto
Sensor da temperatura ambiente – sinal intermitente
Circuito de controlo do solenoide da válvula de admissão Banco 1
Circuito de controlo do solenoide da válvula de admissão Banco 1 – sinal baixo
Circuito de controlo do solenoide da válvula de admissão Banco 1 – sinal alto
Circuito de controlo do solenoide da válvula de escape Banco 1
Circuito de controlo do solenoide da válvula de escape Banco 1 – sinal baixo
Circuito de controlo do solenoide da válvula de escape Banco 1 – sinal alto
Circuito de controlo do solenoide da válvula de admissão Banco 2 – sinal baixo
Circuito de controlo do solenoide da válvula de admissão Banco 2 –sinal alto
Calha de injecção do sistema/Pressão do Sistema – demasiado baixa
Calha de injecção do sistema/Pressão do sistema – demasiado alta
Regulador da pressão do combustível 1/Desempenho
Circuito de controlo do regulador da pressão do combustível 1
{14} Circuito de controlo do regulador da pressão do combustível 1 – sinal baixo
Circuito de controlo do regulador da pressão do combustível 1 – sinal alto
Sistema de combustível – detectada fuga (fuga grande)
Sistema de combustível – detectada fuga (fuga pequena)
Circuito do sensor 2 da temperatura de admissão
{15} Circuito do sensor 2 da temperatura de admissão - nível/desempenho
Circuito do sensor 2 da temperatura de admissão - sinal baixo
Circuito do sensor 2 da temperatura de admissão – sinal alto
Circuito do sensor 2 da temperatura de admissão Intermitente/Errático
{16} Avaria no circuito do volume de ar ou massa
Circuito do volume de ar ou massa - nível/desempenho
Circuito do volume de ar ou massa – admissão baixa
{17} Circuito do volume de ar ou massa – admissão alta{18}
{19} Circuito do volume de ar ou massa – Intermitente{20}
{21}Pressão absoluta do colector/Avaria no circuito de pressão barométrica
Pressão absoluta do colector/Nível no circuito de pressão barométrica/Problema de desempenho
Pressão absoluta do colector/Entrada baixa no circuito de pressão barométrica
{22} Pressão absoluta do colector/Entrada alta no circuito de pressão barométrica
Pressão absoluta do colector/Entrada baixa no circuito de pressão barométrica
Circuito de entrada de ar da temperatura - avaria
Circuito de entrada de ar da temperatura - nível/desempenho
{23} Circuito de entrada de ar da temperatura – sinal baixo
Circuito de entrada de ar da temperatura – sinal alto
Circuito de entrada de ar -intermitente
Circuito de refrigeração da temperatura do motor - avaria
Circuito de refrigeração da temperatura do motor - nível/desempenho
{24} Circuito da temperatura de refrigeração do motor entrada baixa
Circuito da temperatura de refrigeração do motor entrada alta
Circuito da temperatura de refrigeração do motor intermitente
Sensor de variação de posição/Interruptor A do circuito de avaria
{25} Sensor de variação de posição/Nível do interruptor A do circuito de avaria/Problema de desempenho
Sensor da posição da borboleta/interruptor A do circuito entrada baixa
{26} Sensor de posição da borboleta/interruptor A do circuito - entrada alta{27}
Sensor da posição da borboleta/interruptor A do circuito - intermitente
{28}Temperatura do líquido de refrigeração insuficiente para o controlo fechado do combustível{29}
Temperatura do líquido de refrigeração insuficiente para operação estável
Circuito do sensor 02 (Banco I Sensor 1) - avaria
Baixa voltagem no circuito do sensor 02 (Banco I Sensor I)
{30} Baixa voltagem no circuito do sensor 02 (Banco I Sensor I){31}
{32}Baixa resposta do circuito do sensor 02 (Banco I Sensor I){33}
Circuito do sensor 02 (Banco I Sensor 1) – não se detecta actividade
Sensor 02 do aquecimento (Banco 1 Sensor 1) - avaria
Circuito do sensor 02 (Banco I Sensor 2) – baixa tensão
Circuito do sensor 02 (Banco I Sensor 2) – não se detecta actividade
Sensor 02 do aquecimento (Banco 1 Sensor 3) - avaria
Sensor 02 do aquecimento (Banco 2 Sensor 1) - avaria
Circuito do sensor 02 (Banco 2 Sensor I) – baixa tensão
Circuito do sensor 02 (Banco 2 Sensor I) – alta tensão
Sensor 02 do aquecimento (Banco 2 Sensor 2) - avaria
Circuito do sensor 02 (Banco 2 Sensor 2) – baixa tensão
Regulação fina do combustível (Banco 1) - avaria

{46}Mistura demasiado pobre (Banco 1){47}
{48}Mistura demasiado rica{49}
{54} Circuito do sensor da composição do combustível - avaria
Circuito do sensor de composição do combustível - nível/desempenho
Circuito do sensor de composição do combustível – sinal baixo
Circuito do sensor de composição do combustível – sinal alto
Circuito do sensor A da temperatura do combustível - avaria
{55} Circuito do sensor A da temperatura do combustível - nível/desempenho
Circuito do sensor A da temperatura do combustível - sinal baixo
Circuito do sensor A da temperatura do combustível – sinal alto
Circuito do sensor A da temperatura do combustível - Intermitente
{56} Circuito do sensor B da temperatura do combustível - avaria
Circuito do sensor B da temperatura do combustível - nível/desempenho
Circuito do sensor B da temperatura do combustível – sinal baixo
Circuito do sensor B da temperatura do combustível – sinal alto
Circuito do sensor B da temperatura do combustível - Intermitente
{57}Circuito do sensor da pressão da calha de injecção do combustível - avaria
Circuito do sensor da pressão da calha de injecção do combustível - nível/desempenho
Circuito do sensor da pressão da calha de injecção do combustível – sinal baixo
Circuito do sensor da pressão da calha de injecção do combustível – sinal alto
Circuito do sensor da pressão da calha de injecção do combustível - Intermitente
Sensor da temperatura do óleo do motor - avaria
Sensor da temperatura do óleo do motor - nível/desempenho
Sensor da temperatura do óleo do motor – sinal baixo
Sensor da temperatura do óleo do motor – sinal alto
Sensor da temperatura do óleo do motor - Intermitente
{58} Circuito de injecção - avaria
Circuito de injecção – Cilindro 1 - avaria
Injector para partida a frio 1 - avaria
{61}Solenoide de paragem do motor - avaria
Circuito de controlo da regulação da injecção - avaria
Sobreaquecimento do motor
Transmissão de sobreaquecimento
Sobrevelocidade do motor
Interruptor B do circuito/sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração - avaria

{62} Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/ circuito do interruptor B/Problema de desempenho
Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/ Interruptor B do circuito – sinal baixo
Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/ Interruptor B do circuito – sinal alto
{63} Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/ Interruptor B do circuito – intermitente
Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/Avaria do interruptor C do circuito
Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/Nível do circuito do interruptor C/Problema de desempenho
Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/ Interruptor C do circuito – sinal baixo
Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/ Interruptor C do circuito – sinal alto
{63} Sensor de posição da borboleta/pedal de aceleração/ Interruptor C do circuito – intermitente
Circuito primário da bomba de combustível - avaria
Circuito secundário da bomba de combustível – sinal baixo
Circuito secundário da bomba de combutsível – sinal alto
Circuito secundário da bomba de combutsível - intermitente
Situação de overboost

Circuito do sensor A do - avaria
Circuito do sensor A de sobrepressão do turbocompressor - nível/desempenho
Circuito do sensor A de sobrepressão do turbocompressor – sinal baixo
Circuito do sensor A de sobrepressão do turbocompressor – sinal alto
Sensor B de sobrepressão do turbocompressor - avaria
español a portugués: Automocion
Texto de origen - español
Sensor presión de frenado
Sensor ángulo volante
Sensor de aceleración transversal y derrape
Interruptor o pulsador desconexión control de estabilidad
Interruptor o pulsador desconexión control de tracción
Interruptor de freno mano
Captadores velocidad de ruedas activos
Captadores velocidad de ruedas no activos
NODEMO
Coherencia del sensor del ángulo del volante
Aire en el circuito de frenado
Imposibilidad de funcionamiento del ESP
Revisar alimentaciones sensor
Sensor defectuoso
Calibrar sensor de ángulo de volante
de diagnosis para ABS
La falta de alimentación de elementos fundamentales del
sistema, impediría un correcto funcionamiento ante
situaciones de regulación antideslizante, como
consecuencia de esto y para prevenir situaciones críticas,
el sistema es desconectado y accionado el testigo de
Imposibilidad de funcionamiento del ABS.
Como es lógico pensar, en caso de avería de la unidad de
mando del sistema, se produce la total desconexión del
Como consecuencia de esto, el testigo de diagnosis
se mostrará encendido.
No se aprecia activación de la función ESP
A este relé se le encomienda la alimentación de unidad de
mando para ABS, el conjunto de electroválvulas del bloque
El mal funcionamiento de cualquiera de las electroválvulas
del bloque hidráulico fuerza la desconexión del sistema
ABS (también el de ESP si lo equipa) procediendo
seguidamente a encender el testigo de diagnosis.
La señal generada por los captadores de velocidad de las
ruedas es fundamental para el correcto funcionamiento
del sistema ABS así como de la función ESP (en los
modelos que la monten) Es por esto que ante la avería
de cualquiera de ellos el sistema desconecta la función
ABS/ESP pasando a funcionar como un sistema de
frenado convencional.
Sensor de aceleración transversal
Sensor de ángulo de volante
Imposibilidad de funcionamiento del ABS
Regular posición interruptor frenos
Interruptor de freno defectuoso
Sensor ángulo de volante
Realizar activación con útil de diagnosis, de cada una de
las electroválvulas para comprobar que canal emite dicha
vibración.
Revisar silentblocs de aislamiento del soporte del grupo
Silemblocs del conjunto hidráulico
Vibración tubería del circuito hidráulico
Falta de precisión en la activación del ABS
Aumento de la distancia de frenado
Purgar el circuito de frenado empezando por la rueda
Sustituir unidad de mando ABS
Accionamiento constante del ABS
Purgar el circuito de frenos 1 o 2 veces y realizar una prueba
en carretera con activación del ABS.
Si el fallo persiste
sustituir unidad de mando
Paso de aire de los circuitos del grupo hidráulico hacia los de frenado
Unidad de mando ABS circuito hidráulico interno defectuoso
Revisar compensador de frenada trasero.
Encendido del testigo del ABS
Revisar entrehierros de los captadores de rueda.
En
muchos casos es esta distancia no es ajustable
Revisar conectores de los captadores por posibles
micro-cortes de señal.
Captadores de rueda
Entrehierro captadores
Compensador de frenado no electrónico
Desconectar un captador de rueda o desconectar unidad de
Traducción - portugués
Sensor de pressão do travão
Sensor do ângulo do volante
Sensor de aceleração transversal e derrapagem
Interruptor ou botão de desconexão do controlo de estabilidade
Interruptor ou botão de desconexão do controlo de tracção
Interruptor do travão de mão
Captadores de velocidade de rodas activos
Captadores de velocidade de rodas não activos
NODEMO
Coerência do sensor do ângulo do volante
Ar no circuito de frenagem
Impossibilidade de funcionamento do ESP
Verificar as alimentações do sensor
Sensor defeituoso
Calibrar sensor do ângulo do volante
de diagnóstico para ABS
A falta de alimentação de elementos fundamentais do
sistema impediria um funcionamento correcto
perante situações de regulação antiderrapante, como
consequência disso, e para prevenir situações críticas,
o sistema é desligado e accionado o sinal
Impossibilidade de funcionamento do ABS.
Como é lógico, em caso de avaria da unidade de
comando do sistema, dá-se a desconexão total do
Como consequência disso, o sinal de diagnóstico
acenderá.
Não se nota activação da função ESP
Deste relé depende a alimentação da unidade de
comando para ABS, o conjunto de electroválvulas do bloco
O mau funcionamento de qualquer das electroválvulas
do bloco hidráulico força a desconexão do sistema
ABS (também o do ESP, no caso de vir montado) procedendo
acendendo de seguida o sinal de diagnóstico.
O sinal gerado pelos captadores de velocidade das
rodas é fundamental para o correcto funcionamento
do sistema ABS, assim como da função ESP (nos
modelos onde venha montado). É por isso que quando qualquer um deles
avaria, o sistema desliga a função
ABS/ESP passando a funcionar como um sistema de
travagem convencional.
sensor de aceleração transversal
Sensor de ângulo do volante
Impossibilidade de funcionamento do ABS
Regular a posição do interruptor dos travões
Interruptor do travão defeituoso
Sensor ângulo do volante
Efectuar activação com útil de diagnóstico de cada uma das
Electroválvulas para comprovar que o canal emite essa
vibração.
Verificar os silent-blocs do isolamento do suporte do grupo
Silemblocs do conjunto hidráulico
Vibração da tubagem do circuito hidráulico
Falta de precisão na activação do ABS
Aumento da distância de travagem
Purgar o circuito de travagem, começando pela roda
Substituir a unidade de comando ABS
Accionamento constante do ABS
Purgar o circuito de travões 1 ou 2 vezes e efectuar um teste
de estrada com activação do ABS.
Se a falha persistir,
Substituir a unidade de comando
Passagem de ar dos circuitos do grupo hidráulico até aos travões
Unidade de comando ABS Circuito hidráulico interno defeituoso
Verificar o compensador de travagem traseiro
O avisador de ABS acende
Verificar os entre-ferros dos captadores de roda.
em
muitos casos esta distância não é ajustável
Verificar os conectores dos captadores devido a possíveis
micro-cortes de sinal.
Captadores de roda
Entre-ferros captadores
Compensador de travagem não electrónico
Desligar um captador de roda ou desligar a unidade de
ABS e testar o veículo, o sintoma deve desaparecer
inglés a portugués: "O Espelho Atrasado", Richard Zimler
Texto de origen - inglés
Original title: "The Slow Mirror"
Traducción - portugués
Nessa noite, de volta ao meu pequeno quarto no Hotel Estrella, reparei, pela primeira vez, nos poderes particulares daquele espelho. Depois de um duche, peguei na escova para me pentear e tentar ficar com um ar decente. Desembrulhei o espelho e descobri que a arca em madeira de cânfora e o interior da loja de antiguidades – e não eu – compunham a totalidade do seu reflexo. De todos os ângulos, para onde quer que eu me movesse, ajoelhasse ou parasse na monstruosa cadeira do quarto do hotel, a superfície prateada do espelho mostrava-me ainda os diferentes recantos da loja uruguaia. Depois de um grande susto, em que quase liguei ao recepcionista, fiquei a olhar para o reflexo durante algum tempo, chegando a duas possíveis conclusões: a primeira (e a mais óbvia), de que aquele não era um espelho normal; a segunda (e naturalmente bastante mais perturbadora), de que possivelmente eu estaria a ficar louca. Sonhei com o espelho nessa noite. Imaginei que reflectia a imagem de um bico-grosso-de-peito-rosa – o pássaro sobre o qual fiz a minha dissertação na Universidade de Cornell e que deu nome à minha filha Rosalie – e vi-o a esvoaçar por entre as nuvens verdes que se evaporavam dos carvalhos gigantes. Este pássaro era um mensageiro, tinha sido enviado por Pedro para vir buscar Rosalie e levá-la para o céu.
(…)
Depois do meu regresso a São Francisco, peguei no espelho e vendi-o a um negociante de antiguidades chileno, de olhos azuis brilhantes, no Mission District. E voei para Cornell. Vagueei pelo bosque vários dias, levando nas mãos os livros para crianças, não sabendo o que buscava, até que uma seta de um rosa-pastel resplandeceu na minha frente. Era uma fêmea, um bico-grosso-de-peito-rosa, e pousou no ramo de um carvalho rugoso mesmo acima de mim, olhando fixamente para o chão. Quando olhei para baixo, descobri um charco em cima de uma cama de musgo. Reflectia a face lacrimejante de uma mulher de idade, um súbito vislumbre alado de rosa atravessando a nuvens verdes em direcção a um céu ensolarado. E pensei: Também os sonhos são impossíveis. E ainda: Quer eu o saiba quer não, este bosque, este lugar, estão sempre aqui.
(...)
inglés a portugués: Emily Dickinson, poem nº 8
Texto de origen - inglés
There is a Word
Which bears a sword
Can pierce an armed man –
It hurls its barbed syllables
And is mute again –
But where it fell
The saved will tell
On patriotic day,
Some epauletted Brother
Gave his breath away.

Wherever runs the breathless sun –
Wherever the roams the day –
There is its noiseless onset
There is its victory!
Behold the keenest marksman!
The most accomplished shot!
Time’s sublimest target
Is a soul “forgot”!
Traducción - portugués
Há uma palavra
Que leva uma espada
Pode trespassar um homem armado –
Lança as suas sílabas farpadas
E de novo é calada –
Mas onde tombar
Os salvos dirão
Em patriótico dia,
Um irmão, um soldado
Não mais respiraria.

Por onde correr o sol ofegante
Por onde vagueie o dia –
Eis o seu silencioso assalto -
Eis a sua vitória!
Olhai o atirador mais hábil!
O tiro mais certeiro!
O maus sublime alvo do tempo
É uma alma “esquecida”!
portugués a inglés: Business Brokers
Texto de origen - portugués
Nos últimos 30 anos na Europa, e nos últimos 50 anos nos EUA, os processos de M&A tem-se configurado como os sustentáculos do crescimento das economias, das empresas do desenvolvimento tecnológico social e ambiental.
Este tipo de processos permitem basicamente processos de internacionalização, de conquista de quota de mercado e diversificação do portfolio de negócios, poupando tempo, diminuindo risco e garantindo a médio/longo prazo alcançar os objectivos de sustentabilidade que qualquer empresa procura.
Estas vantagens evidentes não devem contudo apagar alguns riscos e problemas que sempre surgem neste tipo de operações, factores sensíveis que devem ser sempre controlados para que não coloquem em causa a bondade deste tipo de processos. O que desejamos é que um processo de M&A seja uma solução e não um problema.
Decerto que os leitores já estão bastante familiarizados com este tipo de operações, a nível técnico, de planeamento e estratégico e compreendem certamente a que me refiro.
Na European CEO já foram também publicados inúmeros artigos sobre este tema, tentando de alguma forma sensibilizar os agentes económicos para a excelente oportunidade que é investir noutros mercados/segmentos através de processos de M&A.
Hoje pretendo no entanto focalizar a vossa atenção num instrumento ao vosso alcance para que possam ser acompanhados nestes processos, garantindo dessa forma que os objectivos pretendidos são efectivamente alcançados – O Business Brokerage.
Business Brokerage poder-se-á definir como o serviço de consultoria especializado para todos aqueles que querem comprar, vender ou avaliar um negócio com total confidencialidade, profissionalismo e rigor. Esta competência especializada não compete com advogados, financeiros, consultores, sendo antes uma forma de agrupar, compreender e organizar todos os agentes, interesses, culturas, em torno de um objectivo: fazer de uma operação de M&A um sucesso. Como competência especializada, exige profissionais altamente preparados e que gostaria, neste artigo de vos descrever: The Business Broker.
O Business Broker era inicialmente encarado como um mero intermediário entre quem queria comprar ou vender um negócio, facilitando essa busca e apresentando os dois interessados para que estes pudessem avaliar o interesse mútuo, recebendo por esse serviço um success fee na concretização do negócio.
Como o desenvolvimento e maior complexidade das operações, motivado ainda pelo desenvolvimento e especialização das entidades financeiras (private equity, for example), bem como pelo crescente recurso das grandes organizações a profissionais especializados nestas operações, o Business Brokerage de uma forma geral, e o Business Broker em particular tornou-se um profissional altamente preparado nas diferentes áreas que permitem o sucesso de uma operação de M&A.
Traducción - inglés
Business Brokers – The Key to Success
(original file in PDF)

Over the last 30 years in Europe and 50 in the USA, M&A procedures have been acting as the supports of corporate economic growth, as well as of social and environmental technological development.

These procedures have basically paved the way to internationalization, conquest of market shares and diversification of business portfolios, thus saving time, reducing the risk rate and allowing to attain in a medium-long run the objectives of sustainability any company aims for.

As obvious as such advantages may be they should not conceal a few risks and difficulties that may always arise in this kind of operations, sensible factors which must be controlled at all times, so that the viability of these procedures may not be put at stake. That an M&A procedure is a solution rather than a setback is our ultimate purpose. We believe our readers have by now grown quite familiar with operations such as these, at a technical, planning and strategic level, and fully realise what I am referring to.

Several articles about this have been published already on the European CEO, trying to draw the attention of economical agents what an excellent opportunity is investing in other markets/segments through M&A. Today, however, I would like to focus your attention in a tool that may prove extremely helpful for you and which will show that your objectives may indeed be reached - and that is with the help of Business Brokerage.

The concept of Business Brokerage may be defined as a specialized consultancy service to every each of you that wishes to buy, sell or assess a business deal with total confidentiality, professionalism and strictness. Such skills do not compete with lawyers, financing advisers, or consultants, representing instead a way of grouping, comprehend and organize all intervening agents, interests, and cultures around the same purpose: build a M&A successful operation. Skills and ability demand highly trained professionals and that is what I would wish to share with you: the Business Broker – what and who is?

The Business Broker was formerly viewed as a mere intermediary between a buyer and a seller of any business deal, facilitating the search and presenting one to the other, so that they together could assess its mutual benefits. Upon the successful conclusion of the deal, the Business Broker would receive a success fee.

With the development and increasing complexity of business operations, also motivated by the expansion and specialization of the financing entities (private equity, for example), not to speak of the ever growing call of big corporations to skilled professionals in operations such as these, Business Brokerage, generally speaking, and the Business Broker in particular became a professional highly qualified in the several areas of activity permitting a M&A operation of success.

In: EuropeanCEO magazine – May 2007 – article prize of excellence

portugués a inglés: Safety, Hygiene and Health Protection at Work
Texto de origen - portugués
ACIDENTE DE TRABALHO

É um acontecimento súbito e anómalo, que sucede durante a realização de uma actividade económica.

Origina no trabalhador lesões mais ou menos graves, podendo implicar a morte, invalidez temporária ou permanente, e / ou tratamentos médicos.

Quando não afectam o trabalhador, mas causam apenas danos mais ou menos graves, considera-se que se verificou um Incidente.

Cada vez se torna mais necessária e imperiosa, a análise rigorosa dos Incidentes, pois evitando estes, estamos a prevenir o Acidente.

Mais Vale Prevenir
Que Remediar

Infelizmente, em muitas empresas, os Incidentes não são objecto de uma análise cuidada, havendo mesmo casos em que o seu conhecimento não passa do nível das chefias directas (chefes de equipa).
Esta atitude é errada, na medida em que o estudo dos Incidentes ocorridos, por mais insignificantes que possam ser, permite implementar medidas apropriadas para a sua eliminação e/ou redução, evitando portanto o Acidente.




RESPONSABILIDADES DA HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO

• Proteger a saúde e bem estar dos trabalhadores;

• Manter a objectividade no reconhecimento, avaliação e controlo dos riscos, independentemente de influências exteriores;

• Aconselhar os trabalhadores nas precauções a tomar, a fim de evitarem os riscos nocivos para a saúde;

• Manter a confidencialidade nas situações que o requeiram;

• Elaborar relatórios e recomendações, precisos e exequíveis;

Traducción - inglés
ACCIDENTS AT WORK

An accident at work is a sudden and unusual occurrence that happens during the performance of any economical activity. It causes on the worker damages which may or may not be serious, ultimately causing death, temporarily or permanent handicap and/or medical treatment.

Whenever an accident at work does not directly affect the worker but merely cause damages, more or less serious, it is called an ‘incident’ rather than an accident. The causes of incidents demand a more and more careful and detailed analysis, since if an incident may be prevented; an accident is thus being prevented likewise.



A STITCH IN TIME SAVES NINE

Unfortunately in many companies incidents are not duly analysed and there are even cases that the conscience of them does not go beyond the immediate level of the team leader. This is a wrong attitude to take, since the study and analysis of any possible incident, as much as insignificant as it may seem at first, may lead to adequate preventive measures for its total elimination and/or reduction, and a more serious accident may be prevented.

RESPONSABILITIES OF THE SAFETY, HYGIENE AND HEALTH AT WORK MANAGEMENT

• Protect the health and welfare of every worker in the company;
• Be objective in whatever concerns the traceability, evaluation and control of risks, regardless of outer influences;
• Advise all workers as to which precautions to take, so that dangerous risks or health damages may be prevented.
• Keep confidentiality whenever a situation calls for it;
• Keep reports and recommendations, precise and feasible;
• Hold each and all workers in the company responsible, as well as customers and/or suppliers, for any act or omission capable of putting at stake the health and welfare of the workers.
alemán a portugués: DIN 18800 - Welding
Detailed field: Ingeniería: industrial
Texto de origen - alemán
This is a German Norm, as everyone knows, and there is no other translation into Portuguese (that I am aware of).

The original text can be found in German, only.
Traducción - portugués
MINUTA da ADENDA

Construções Metálicas
Parte 7: Execução e Qualificação de Fabricantes; Emenda A1

Nota de utilização:
Antes de publicada esta norma será sujeita a ensaios e comentários.
Dado que a norma definitiva se pode desviar desta redacção, a utilização da presente minuta terá de ser sujeita a acordo prévio.

Os comentários serão enviados:
 de preferência em ficheiro informático, por email, para [email protected] em forma de tabela. O modelo desta tabela pode ser retirado no site www.din.de/stellungnahme.
Ou em papel, dirigido a Normenaussschuss Bauwesen (NabBau) im DIN, Burggrafenstr. 6, 10787 Berlim).

Solicita-se aos destinatários que nos comuniquem com os seus comentários os direitos de patente que conheçam, fazendo-as acompanhar da respectiva documentação de prova.
(----)

11 DIN 4141-12: 1994-11

Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Elementos deslizantes Retirada: 2003-06

Documentos subsequentes:
DIN EN 1337-2:2004-07,
Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Parte 2: Elementos deslizantes; versão alemã EN 1337-2:2004.
12 DIN 4141-14:1985-09

Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Elastómeros reforçados; desenho e dimensionamento estrutural Documentos subsequentes:

DIN EN 1337-3:2005-07,
Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Parte 3: Elastómeros; versão alemã EN 1337-3:2005
13 DIN 4141-15:1991-01

Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Elastómeros não reforçados; desenho e dimensionamento estrutural Documentos subsequentes:

DIN EN 1337-3:2005-07,
Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Parte 3: Elastómeros; versão alemã EN 1337-3:2005
14 DIN 4141-140:1991-01

Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Elastómeros reforçados; materiais, requisitos, ensaios e controlo Documentos subsequentes:

DIN EN 1337-3:2005-07,
Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Parte 3: Elastómeros; versão alemã EN 1337-3:2005
15 DIN 4141-140:1991-01

Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Elastómeros não reforçados; materiais, requisitos, ensaios e controlo
Documentos subsequentes:

DIN EN 1337-3:2005-07,
Aparelhos de apoio na construção / engenharia civil – Parte 3: Elastómeros; versão alemã EN 1337-3:2005
portugués a inglés: Banking - External Operations
Texto de origen - portugués
Abatimentos e devoluções - Mercadorias
Acções, compra/venda de (ver em Investimento)
Aceitação/entrega de notas com movimentação de contas de clientes não residentes
Notas com curso legal em Portugal
Notas estrangeiras
Acordos de recompra (de títulos)
Empréstimos obtidos de curto prazo
Empréstimos concedidos de curto prazo
Activos
Intangíveis
Tangíveis
Administração Central - outros serviços
Administração de mercados financeiros
Afretamentos com tripulação/operador
Transportes aéreos
Transportes ferroviários
Transportes fluviais
Transportes marítimos
Transportes rodoviários
Agências noticiosas, serviços de
Agrícolas, serviços
Ajudas de custo
Aluguer de espaço aéreo
Aluguer sem tripulação/operador ("leasing" operacional)
Aeronaves
Navios
Outros equipamentos de transporte
Outros serviços de aluguer
Aperfeiçoamento Activo (“Processing”)
Em Portugal
No exterior
Aplicações/tomadas entre bancos residentes com movimentação de contas externas
Aplicações de tesouraria (entre empresas do grupo)
No âmbito do investimento directo do exterior em Portugal
do investidor directo não residente
da empresa de investimento directo residente
No âmbito do investimento português no exterior
do investidor directo residente
da empresa de investimento directo não residente
Aquisição/alienação total ou parcial de empresas já constituídas
Em Portugal
No exterior
Arbitragem, operações de
Assinatura de publicações
Traducción - inglés
Returns and Allowances - Goods
Shares, purchase / sale of (see in Investment)
Acceptance/delivery of banknotes with movement of accounts from non-resident clients
Banknotes with legal tender in Portugal
Foreign banknotes
Repurchase agreements (and securities)
Short-term loans
Short-term loans
Assets
Intangible assets
Tangible assets
Central Administration – Other services
Administration of financial markets
Freightage with crew/operator
Air transportation
Railway transportation
Fluvial Transport
Sea Shipping
Road transportation
Services supplied by news agencies
Agricultural
Living allowances
Airspace leasing
Leasing without crew/operator (operational leasing)
Aircrafts
Ships
Other transport equipments
Other leasing services
Active enhancement (Processing)
In Portugal
Abroad
Applications / “captures” among resident banks with movement of external accounts
Cash applications (among corporations of the same group)
In the scope of foreign direct investment in Portugal
Of the non-resident direct investor
Of the resident direct investing company
In the scope of Portuguese investment abroad
Of the resident direct investor
Of the non-resident direct investing company
Purchase / total or partial alienation of already founded corporations
In Portugal
Abroad
Arbitrage
Subscriptions of publications
portugués a inglés: Banking - Instructions / Bank of Portugal
Texto de origen - portugués
Regras de preenchimento
1. O Quadro A constitui um balanço em que se apresenta uma desagregação exaustiva por país e moeda devendo por isso ser preenchido para todos os cruzamentos país/moeda para os quais existam saldos a reportar. A afectação dos saldos aos vários países é feita de acordo com a residência da contraparte e a moeda é a de denominação do saldo, embora o reporte deva ser efectuado pelo respectivo contravalor em euros.
2. Os organismos internacionais têm códigos específicos referidos na tabela de países (tabela P). A sua classificação em termos de sector institucional deve ser efectuada, de acordo com a natureza da actividade que desenvolvam, nas “Instituições financeiras não monetárias”, nas “Empresas não financeiras” ou nas “Instituições sem fins lucrativos ao serviço das famílias” (que neste quadro integram o sector “Particulares”).
3. O Banco Central Europeu tem um código específico na tabela de países (tabela P), constituindo um “Banco Central” da União Monetária.
4. O código de “Países e territórios não especificados” existente na tabela de países (tabela P) deverá ser utilizado apenas como último recurso, para os saldos em que não seja possível identificar o país de residência da contraparte. O total de disponibilidades / responsabilidades que é permitido classificar neste código não poderá exceder 5 milhões de euros nem ultrapassar 0,5 % do total de disponibilidades / responsabilidades face ao exterior.
5. Na linha referente a “Notas e moedas” apenas se deverão registar as notas e moedas em caixa na instituição reportante, emitidas pela autoridade monetária do país a que se refere o quadro. Os euros devem ser registados no quadro referente ao Banco Central Europeu.
Traducción - inglés
Fulfilling Instructions
1. Table A constitutes a balance showing an exhaustive breakdown by country and currency, and it must hence be filled in for every crossing country/currency where there are account outstanding amounts to report. The allocation of account outstanding amounts to the various countries is performed in accordance with the counter-parts residence and the currency is that of the account balance, although the data reporting should be done by the respective countervalue in euros currency.
2. The international entities have specific identifying codes, referred in the Tables for countries (Table P). Their classification as to their institutional sector must be carried out, depending on their activity, at "Non-Monetary Financial Institutions", "Non-Financial Corporations" or "Non-profit Institutions for Family Assistance" (which in this Table are part of the "Private" sector).
3. The European Central Bank has a specific code in this table of countries (Table P), composing a “Central Bank” of the Monetary Union.
4. The code for “Non-specified territories and countries” in the table for countries (Table P) should apply only as last resource for those account outstanding amounts where the counter-part’s country of residence cannot be identified. The total of availabilities / liabilities allowed to classify in this code will not exceed 5 million euros nor be higher than 0,5% of the total availabilities / liabilities in terms of abroad figures.
5. In the line referring to “Banknotes and coins” only banknotes and coins in closing cash outstanding amounts available at the reporting institution should be reported, issued by the monetary authority of the country in question. Euros should be recorded in the table referring to the European Central Bank.

Glosarios Aircrafts, Automotive, Brigith, Construction, Finance, Industry, IT, Oil & GAs - Petroleum, Shoe wear, Steels

Formación en el ámbito de la traducción Master's degree - University of Porto, Portugal
Experiencia Años de experiencia: 30 Registrado en ProZ.com: Mar 2003 Miembro desde Mar 2003
Credenciales inglés a portugués (University of Porto , verified)
Miembro de APT
Software Adobe Acrobat, memoQ, Microsoft Excel, Microsoft Office Pro, Microsoft Word, Glossy, Powerpoint, SDL TRADOS, SDLX, Wordfast
Events and training
Prácticas profesionales Brigith Guimarães apoya ProZ.com's Directrices profesionales (v1.0).
Professional objectives
  • Meet new translation company clients
  • Screen new clients (risk management)
  • Get help with terminology and resources
  • Buy or learn new work-related software
Bio

Ph D Programme - Anglo-American Studies - March 2009 - Translation (English / Portuguese) - University of Porto, Faculty of Letters.

Freelance Translator for Centro de Línguas BabelUM - Universidade do Minho, Portuguese into English.

CCT (SKilled Translator Certificate) for Spanish/Portuguese and for French/Portuguese, issued by APT -Associação Portuguesa de Tradutores.


Irish Literature, The Big House Novel, Elizabeth Bowen - Annotated translation of "The Last September". -

The University of Michigan (English Language Institute) - November 2010 - Certificate of Proficiency in English.

Post-graduation - 2005/2006 - Literary (English / Portuguese), University of Oporto, Faculty of Letters.

BA - 1980/85 - Literature and Modern Literatures, English and German, University of Porto, Faculty of Letters.

Also speak and write fluently in Spanish, French, German.

Tourism, Marketing, Advertising, Civil Construction , Law & Contracts, Banking, Finance, Auto industry, Civil Engineering, Foods and Foodstuffs, Chemicals, Mechanical Engineering, Machinery, Steel Industry, Quality Assurance, Control Testing devices, Art, Literature, Poetry, History and Philosophy



Translation, transcreation, proofreading


Working on a steady basis for countries like Portugal, Spain, France, Holland, UK, USA, South Africa, India, Japan, Hong Kong, Slovakia, ...

More than 30 years in professional life, more than one field of activity; Freelance Translator since 2003.



Literary - Books translated so far:

 _ The Life of Gaugin (English / Portuguese), by Parkstone or Sirrocco. Parkstone or Sirrocco or Parkstone Press International never paid for my translation, although it was integrally published in December 2005 by a portuguese company called Lisma-Edição e Distribuição de Livros, Lda. Which means that I still own the translation copyrights.
 _ Oprah Winfrey Speaks (English / Portuguese) - Janet Lowe, ed. Campo das Letras, Porto. Own comments, a lifetime memorial of Oprah. Funny, witty, touching, such as she is.
 _ La Orden Negra (Spanish / Portuguese) - José Calvo Poyato, Campo das Letras, Porto. A crime and mystery novel about some documents lost in Barcelona during the Nazi period, goes back to the 12th century.

Translated with the post-graduation group, Master degree in Literary Translation, Faculty of Letters, University of Porto:

 - Original title: THE SLOW MIRROR - Portuguese title: "Confundir a cidade com o mar" - By Richard Zimler, Oceanos;
 - "Rescuing Sprite", by Mark R. Levin - translation English / Portuguese, published by Oficina do Livro. A lovely, touching, true story about a dog.



PAYMENTS VIA PAYPAL ACCEPTED

Este miembro obtuvo puntos KudoZ al ayudar a otros traductores a traducir términos de nivel PRO. Haga clic en total(es) de puntos para ver los términos traducidos.

Total de ptos. obtenidos: 299
Puntos de nivel PRO: 227


Idiomas con más puntos (PRO)
español a inglés89
inglés a portugués52
portugués a inglés46
francés a inglés21
español a portugués7
Puntos en 3 pares más >
Campos generales con más puntos (PRO)
Técnico/Ingeniería89
Otros60
Negocios/Finanzas42
Jurídico/Patentes18
Arte/Literatura8
Puntos en 2 campos más >
Campos específicos con más puntos (PRO)
Construcción / Ingeniería civil24
Ingeniería: industrial12
Negocios / Comercio (general)12
Ingeniería (general)12
Mecánica / Ing. mecánica12
Derecho: (general)10
Administración8
Puntos en 21 campos más >

Ver todos los puntos obtenidos >

This user has reported completing projects in the following job categories, language pairs, and fields.

Project History Summary
Total projects8
With client feedback2
Corroborated2
100% positive (2 entries)
positive2
neutral0
negative0

Job type
Translation8
Language pairs
inglés a portugués4
portugués a inglés2
español a portugués1
alemán a portugués1
Specialty fields
Finanzas (general)1
Viajes y turismo1
Historia1
Negocios / Comercio (general)1
Ingeniería (general)1
Medicina: Salud1
Other fields
Poesía y literatura2
Medicina (general)1
Palabras clave: Mechanical Engineering, Auto Industry, Civil Engineering, Steel Industry, Steel Construction, Renewable Energies, Law and Contracts, Art, Literature, Design, Typography, History of Art, Foods and Foodstuff, Banking, Finance, Chemicals, Machinery, Quality Assurance, Control Testing, Poetry, History, Philosophy, Tourism, Marketing


Última actualización del perfil
Oct 22, 2020






Your current localization setting

español

Select a language

All of ProZ.com
  • All of ProZ.com
  • Búsqueda de términos
  • Trabajos
  • Foros
  • Multiple search